Imprimir
Categoria: Forças Armadas
Acessos: 4032

Caros Últimos da Rua da Fonte e outros amigos:
Eu recortei essa notícia há duas semanas, mas esqueci de mandar.
O jornal Boton Globe publicou o maior elogio ao Exército Brasileiro pela firmeza com que liquidou no nascedouro outra guerra civil no Congo. Parece que, há um ano, o anterior contingente da ONU estava sendo "derrotado" e "humilhado" pelo grupo rebelde denominado M23, que havia tomado a cidade de Goma.

 

 Mas, diz o jornal, "esta semana Goma celebra importantes boas novas: o M23 se rendeu, seus soldados estão sendo desarmados e seu líder, Bosco Ntaganda, será entregue à Corte Penal Internacional." E continua: "A virada se deve, em parte, a um novo experimento: a criação duma unidade de força de paz dotada de equipamento e autoridade para ações ofensivas. 

A brigada de intervenção, composta de 3.000 soldados da Tanzania, Malawi e África do Sul, é algo inusitado na história das intervenções da ONU, e demonstra ao mundo o que é possível obter quando se combina força militar efetiva com hábil diplomacia. Comandada pelo Gen. Carlos Alberto dos Santos Cruz, do Brasil, a unidade especial deu crucial apoio ao exército congolês no rápido desbaratamento dos rebeldes nas últimas semanas.

  A força comandada por Santos Cruz, que já comandou operações de paz no Haiti, foi bastante elogiada por sua capacidade e profissionalismo. Até então, as campanhas dos capacetes azuis eram desmoralizadas por acusações de abusos sexuais contra os habitantes, e seu mandato era fraco demais para garantir efetiva proteção aos civis."

Um abraço,

AC Portinari Greggio

São Paulo, SP