Justiça desconsidera Lei de Anistia e processa agentes do Estado que combateram o comunismo

O caso do Cel. Carlos Alberto Brilhante Ustra faz-nos lembrar o ocorrido com o capitão do Exército Francês Alfred Dreyfus condenado a prisão perpétua por crime de traição pelo simples fato de ser judeu.

O propósito dos comunistas não é outro senão mandar para o deserto o bode de Azaz-êl em termos mais claros mandar para a prisão o bode expiatório.

Alfred Dreyfus foi mais feliz porque teve apoio de escritores como Anatole France,Émile Zola, Georg Picquard,Antoine LouisTarge e o nosso saudoso Rui Barbosa etc.Sendo reabilitado, mas com ferimentos incicatrizáveis.

Caso não haja mobilização nos quartéis, imprensa etc. o Cel. Ustra irá para a prisão levando consigo o arrependimento de ter-nos libertado dos execráveis comunistas

Comments powered by CComment

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar