PChagas
O desconhecimento da ética militar pode levar um incauto a imaginar que aos soldados cabe suportar até a afronta
de seus superiores hierárquicos. 

Ao contrário do que se possa pensar, erra quem afronta e muito mais quem a suporta com atitude de cordeiro. 

Os regulamentos castrenses ensinam que o princípio da obediência está condicionado ao honesto exercício impessoal da
autoridade legal. 

Não é legal, portanto, afrontar os subordinados, como também não é legal submeter-se a indivíduos que exerçam indevidamente ou que ultrapassem os limites da autoridade de que estão investidos. 

A Nação brasileira, consequentemente, pode continuar a confiar no bom senso e nas atitudes dos homens e mulheres a quem entrega o último recurso da razão, pois sabe que as Forças Armadas são disciplinadas, mas não estão mortas e conhecem o seu dever e
os limites da autoridade legal!

Comments powered by CComment