Prezados companheiros
 Difundo o Programa de Ação do Gen Marco Antonio Felicio da Silva, tendo em vista a sua candidatura à Presidência do Clube Militar ( 2014/2016).
A difundo com o meu apoio, pois, fui convidado e aceitei compor o Conselho Deliberativo da chapa respectiva.
Carlos Alberto Brilhante Ustra - Cel Ref
 
 CHAPA TRADIÇÃO, COESÃO e AÇÃO
                                                                                                                             PROGRAMA DE AÇÃO
O Grupo TRADIÇÃO, COESÃO e AÇÃO, por meio deste documento, lança o seu Programa de Ação, de forma resumida, tendo em vista a próxima eleição que definirá a Diretoria para o Clube Militar no biênio 2014/2016.
Queremos deixar transparente que, se eleita, a nossa Diretoria dará plena continuidade ao efetivo trabalho de natureza administrativa, fruto da atual gestão, aperfeiçoando-o.
Para tal desiderato, implantaremos “Programa de Busca de Excelência”, visando, em última instância, um Planejamento Estratégico Organizacional. Este terá como finalidades precípuas a maximização da satisfação dos associados, respectivos dependentes e dos colaboradores (funcionários) e a otimização  da relação custo/benefício, principalmente, em se tratando da saúde financeira do Clube.
Teremos, também, como fito permanente, a busca de alternativas e de oportunidades, objetivando satisfazer os sócios e familiares moradores fora do Estado do Rio de Janeiro. Por outro lado, o trabalho de nossa Diretoria, se eleita, dará ênfase à celebração de fatos históricos, marcos da atuação do Clube Militar, desde a sua criação, como valoroso protagonista junto à Sociedade Nacional, revigorando a sua imagem e tradições. 
                Contribuiremos para efetiva coesão dos militares, dialogando e atuando em conjunto, quando necessário, com os clubes da Marinha e da Aeronáutica na defesa de interesses relevantes. Estabeleceremos, sempre que possível, elos de ligação com os círculos militares de todo o País.
O relacionamento com os chefes militares, por ser o Clube Militar associação de caráter civil, o será com independência, porém sumamente respeitoso, pois, baseado em interesses e valores comuns, estes últimos cultuados durante toda uma vida.
Daremos continuidade ao importante trabalho de captação de novos sócios, rejuvenescendo o quadro social.
Aproveitando excelente massa crítica intelectual, disponível entre os militares da Reserva, reformados e amigos civis, criaremos e implementaremos um “Centro de Estudos Estratégicos” e um “Grupo de Acompanhamento de Crises e de Pronta Resposta” os quais fornecerão subsídios para ações diversas do Clube Militar junto à Sociedade Nacional e, em particular, objetivando o intercâmbio de ideias com centros de estudos e de pesquisas, universidades e faculdades de todo o Brasil, uma forma de projetar,  externamente e entre a juventude brasileira, a imagem e o pensamento do Clube Militar. Terá papel importante a Revista do Clube como também a Assessoria de Imprensa a ser criada.
Criaremos Curso de Atualização e Debates, nas áreas sócio-econômica, política e militar, aberto aos sócios do Clube.
Manteremos, aperfeiçoando o que for necessário, tanto o Curso de Preparação para a ECEME como o Curso de Atualização para Senhoras.
Cursos outros bem como atividades culturais serão oferecidos ao quadro social.
Os objetivos, estabelecidos no Programa de Ação, a serem atingidos ao final de um ano e meio, denominados de objetivos finais, serão consentâneos com ações a realizar em igual período de tempo. Entretanto, torna-se mister esclarecer que alguns dos objetivos finais, bem como as ações consentâneas, poderão ser desdobrados em objetivos e ações a realizar, nomeados como iniciais, a serem atingidos em período de 6 ( seis) meses. A esses, seguir-se-ão os objetivos e ações intermediários, a serem atingidos num prazo de 1(um) ano.
Serão os abaixo, os macros objetivos a atingir:
- Incrementar as atividades de lazer e culturais
- Maximizar a satisfação de sócios e de colaboradores
- Otimizar a relação custo/benefício nas atividades de cunho financeiro
- Implantar a “Gestão na Busca de Excelência”
- Revigorar as tradições e Imagem do Clube
- Contribuir para a coesão dos Militares
- Criar e implementar o Centro de Estudos Estratégicos
- Criar e implementar o Grupo de Acompanhamento de Crise e de Pronta Resposta
- Criar Assessoria de Imprensa
- Interagir com a Sociedade Nacional
- Posicionar-se diante dos interesses nacionais e do Estamento Militar
- Rejuvenescer o Quadro Social 
Ressaltamos que as assertivas acima traduzem, de maneira concreta, embora resumida, os termos que nomeiam a nossa chapa: Tradição, Coesão e Ação. 
                                                                                                             Gen Marco Antonio Felício da Silva
 
 

Comments powered by CComment

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar