Caros amigos

PChagas

Brasília 18/04/13

Recebi, honrado, mensagem do Cel Luiz Mário Valle Correia Lima na qual pedia minha opinião, na forma de sugestão, sobre qual deveria ser seu procedimento com relação à sua convocação para depor na Comissão Nacional da Verdade (CNV).

Mesmo sabendo que a minha posição a respeito seria divergente da opinião da maior parte dos companheiros mais antigos, transmiti-lhe meu pensamento, alertando-o para este aspecto, sabendo que seria, entre os consultados, provavelmente, o único a sugerir-lhe que atendesse à convocação.

Confirmando minha percepção, tenho recebido, diversos e-mails com posições diversas da que sugeri ao Cel Correia Lima, assim, resolvi tornar público o conteúdo do que lhe transmiti.

 

Diferentemente da maioria, como disse, penso que os convocados devem comparecer, já que, em princípio, nada devem ter para esconder ou temer, afinal, a história que contamos e defendemos está oficialmente escrita e documentada e a que está sendo registrada, até o momento, pelos nossos adversários é inventada e, consequentemente, incoerente e mentirosa. 

Disse ao Cel Correia Lima que, mesmo desconhecendo a sua participação nas ações de combate ao terrorismo, guardo a certeza de que, tanto ele como os demais companheiros empenhados nessa luta têm muito a dizer, a desmentir e a justificar. Só os seus testemunhos, e o contraditório que provocarão, poderão nos dar alguma esperança de que o produto final do trabalho encomendado seja próximo da verdade ou que, pelo menos, enseje aos leitores a dúvida quanto à honestidade do conteúdo e de seus autores e promotores. Calar é consentir, é endossar e dar força à mentira. A ausência de outra versão oficializa a existente. 

É a minha opinião, sem entrar no mérito da forma "espetaculosa" como a convocação lhe foi entregue,  bem ao estílo dos fanfarrões, que mais aparecem do que realmente fazem ou produzem, e sem, tão pouco, conhecer as condições em que seu depoimento pretende ser tomado, o que, sem dúvida, são componentes importantes da decisão de comparecer. 

Tendo contribuído ou não para a tomada da decisão do Cel Correia Lima, senti-me muito honrado por ter constado da sua lista de consulta!

 

Comments powered by CComment