Geraldo Almendra - 12/12/2012
                               "Poderá ainda existir algum político mais canalha do que este?"
Como cidadão, que há muitos anos, assim como centenas de outros patriotas, tenta sensibilizar sua lista de destinatários de suas mensagens, para agregarmos nossas forças e lutar para que tenhamos um Brasil diferente - deste em que vivemos controlado pelo PT - para nossos filhos e suas famílias, esta última semana foi uma das piores de minha vida adulta como defensor de um país mais digno, considerando as últimas revelações sobre esses canalhas que se uniram para nos explorar e roubar, transformando nosso querido país em um Paraíso de Patifes, rigorosamente controlado por gente corrupta, inescrupulosa e sem caráter.
texto completo
Mesmo, pessoalmente, entendendo que o Regime Militar foi necessário para evitar o dano maior da entrega do Brasil para os genocidas do comunismo, fiquei muito motivado com a Abertura Democrática, uma perspectiva de nova liberdade, em que nossa ânsia para ajudar a construir uma nação que poderia se tornar uma das mais poderosas do mundo, pudesse ser plenamente sentida e exercida, com paz e justiça social, para todos os que tivessem vontade de estudar e trabalhar em prol de um melhor futuro para o nosso país, para suas famílias e para os seus filhos, e pudessem, principalmente, semear a continuada reconstrução de um país digno para se viver, com a predominância de valores morais e éticos, assim como a preservação da família e seus valores cristãos como sementes de uma nova sociedade.
Nesta semana, com as revelações adicionais do caso Rose, a autodenominada namorada-amante do mais sórdido político de nossa história, abriu-se totalmente a cortina da realidade nua e crua do poder público do nosso país: está confirmado que foi transformado, ao longo daquilo que venho chamando de Fraude da Abertura Democrática, em um verdadeiro Covil de Bandidos, diante da majoritária omissão, covardia, cumplicidade, ou dos premeditadamente feitos ignorantes pela falência da educação e da cultura ou, principalmente, pela constatação já redundante de que as gangs que tomaram conta do poder público são compostas de esclarecidos canalhas de todos os matizes, pertencentes às oligarquias, burguesias, e à classe média superior, mas carentes dos mais básicos princípios morais e éticos que devem nortear as relações sociais.
Durante a Fraude da Abertura Democrática a maioria dos que conseguiram melhores oportunidades para adquirir formação educacional e cultural diferenciada da ignorância plantada na vida dos menos favorecidos pelos traidores do país, diferentemente daquilo que se deveria esperar de pessoas esclarecidas e cultas, não se uniram para reconstruir um Brasil melhor e mais digno, mas para roubar, corromper e subornar, fazendo dos que não pactuam inconscientemente ou conscientemente com essa ampla traição ao nosso país, rigorosos palhaços e imbecis da transformação do Brasil em um Circo do Retirante Pinóquio, um país em alto estado de putrefação moral nas suas relações público-privadas.
Neste triste momento de nossa história fica uma pergunta: como uma fraude humana e política, com seu hipotético carisma tupiniquim, conseguir agregar tantos canalhas em sua volta para fazer uma nação inteira majoritariamente ignorante, covarde e omissa, escravos de um poder público absolutamente voltado para a prática de desvios de conduta individual ou coletiva, visando o roubo, o suborno e todos os seus derivativos, transformando a prática do ilícito como instrumento predominante de afirmação de poder?
Não podemos conceber que isso foi obra de um só homem, por mais canalha que ele seja, mas sim uma construção premeditada de um grupo de gente sórdida – esclarecidos canalhas – que investiram na Fraude da Abertura Democrática e encontraram nesse desqualificado em todos os sentidos – Lula – o instrumento ideal para a realização de suas ambições de enriquecimento ilícito pela tomada do poder.
Diante do resultado do julgamento do "Mensalão" e do escândalo do caso "Rose" e suas ligações criminosas com parte da cúpula do desgoverno Dilma, não há mais como negar: o Brasil foi transformado em uma corruptocracia durante a Fraude da Abertura Democrática, e está sendo conduzido para ser totalmente controlado por um fascismo de esquerda liderado pelas piores pessoas que se poderiam imaginar para tomar conta do poder público.
Temos uma pequena esperança de que o STF, com a liderança do Ministro Joaquim Barbosa, o Ministério Público e a Polícia Federal, entre outros, através de suas bandas boas – sem a infiltração de calhordas cúmplices do petismo – possam promover a reconstrução de um Poder Judiciário não mais patrulhado por “agentes” do Executivo autoritário e fascista, e sem mais permitir o majoritário controle de suas decisões por corruptos e subornadores com a missão de promover a degeneração moral e o descrédito do poder Judiciário perante a sociedade.
Nosso país está cheirando muito mal. Corrupção e suborno controlam majoritariamente  o poder público, mas essse odor da corrupção incontrolável muito já está incomodando a opinião pública de países onde a verdadeira Justiça sempre se impõe.
A parcela de nossa sociedade ainda livre das amarras da covardia, da omissão, do suborno e da corrupção, precisa tomar coragem e muita vergonha na cara, para não mais permitir que essa classe política desqualificada e desonesta continue destruindo o futuro de nossos filhos e de suas famílias.
E que os esclarecidos canalhas pertencentes às burguesias e oligarquias que utilizam o PT para destruir as bases morais e éticas de nossa sociedade em benefício do seu enriquecimento ilícito sejam exemplarmente punidos quando chegar a hora.
Chegamos a uma estrada sem volta com a constatação do verdadeiro caráter do Retirante Pinóquio e de seus cúmplices espalhados por todo o poder público, inclusive no atual desgoverno do PT. Ou a sociedade dá um “basta” para a transformação do poder público em um Covil de Bandidos ou pagará um alto preço por aceitar continuar sendo desgovernada por uma corruptocracia fascista de esquerda.
Cabe agora à sociedade decidir se vai continuar trabalhando mais de cinco meses por ano para sustentar bandidos, corruptos e subornadores.

Estamos vivendo um momento muito bem descrito por Rui Barbosa:
"De tanto ver triunfar as nulidades,
de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer
 a injustiça, de tanto ver agigantarem-se os poderes nas
 mãos dos maus, o homem chega a desanimar da virtude,
a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto".
Vamos ter fé em Deus para que esses patifes, mentirosos, levianos, hipócritas, canalhas e genocidas da política prostituída e seus cúmplices, sejam presos e paguem exemplarmente pelos seus crimes.

Que em 2014 a sociedade demonstre que não mais está sendo dominada por estelionatos eleitorais irresponsáveis e incosequentes, e nunca mais permita que os prostitutos e ladrões da política consigam ser eleitos para continuar fazendo das pessoas dignas e honradas eternos idiotas, imbecis e palhaços do Circo do Retirante Pinóquio que ficam sustentando a boa vida de canalhas com seu sangue, suor e lágrimas.

 

Comments powered by CComment