Postado no Facebook por   Sérgio Lopes
Sérgio escreveu: "Angola é um bom exemplo a se mostrar sobre os efeitos do comunismo no povo.O sistema está lá e pode ser analisado friamente em suas ações. A persistência dos líderes em não sair do poder ou alterar algo que modifique isso. A indecência de ver os abusos financeiros dos funcionários do governo no âmbito particular em contraste com a miséria que o povo vive. A corrupção é a norma da política e está institucionalizada no país. A Coréia do Norte é outro antro comunista a se verificar. Lá é possível constatar a falta da liberdade do indivíduo, sua dependência forçada ao sistema e a sua condição de ser uma "coisa" do estado. A dignidade humana é ofuscada pelos desmandos de um governo retrógrado e injusto. Viver lá é estar no inferno ... Por fim, a China tem se modificado e hoje é um exemplo à parte, apesar de ter lá, todas as repressões ao indivíduo e sob lei férrea que oprime e mata.

Texto completo

Cuba é no presente, comparativamente a estrutura estatal que concebemos no mundo, a lata de lixo disso... A experiência cubana na "Revolucion do Fidel", conseguiu coisificar as pessoa em um sistema dos mais indignos ao ser humano...e em sucatear o país em tudo, abandonando-o sem a atenção devida. O comunismo tem em si o estigma do mal e não pode apresentar nenhum exemplo de progresso e evolução social onde foi implantado pelo mundo desde que foi concebido.Mas exemplifica muito bem o abuso do poder econômico e político nos líderes deste, sua apropriação do patrimônio do povo e a capacidade maléfica de oprimir a população, por todos os meios, para perpetuar seu sistema tenebroso de injustiças em todos os âmbitos. O comunismo e as ideologias pertinentes, olhando-se para os exemplos históricos, é a personificação do mal concreto. Lutar contra ele é mister de todo ser humano consciente. Permitiram que essa praga se instalasse no governo do Brasil como um virus que se ramifica aos poucos, como um câncer. É UM CÂNCER SOCIAL ! Urge matá-lo definitivamente !!" 
xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
Recebido por Carlos Alberto Brilhante Ustra pelo correio:
Prezado Cel Ustra,
Tanto eu como muitas outras pessoas de bem estamos convencidos da sua inocência, também posso avaliar bem o sofrimento que a família toda está passando, apenas pelo fato de ter o senhor cumprido com a nobre missão confiada de defender a Pátria dos inimigos de fora e de dentro. Em vez de receber agora o reconhecimento, e justo e merecido descanso ao lado da sua digna e valente companheira de lutas, ambos são obrigados a se defender de calúnias de um inimigo vil  e covarde.
Mas ainda deve doer a decepção, de não contar com a gratidão da sociedade que defendeu, nem do apoio da corporação a que pertenceu.
Bem sei que esta pequena e humilde lembrança, de um anônimo civil, não vai pesar muito para diminuir as tristezas que os dois estão passando, porém se por apenas algumas horas fizer esquecer um pouco da luta e da amarguras do dia a dia , terei cumprido o meu propósito.
Desejo a toda família Ustra um Feliz Natal e um ano novo melhor, e que o " Supremo Comandante" os abençõe .
 Rodolfo
Natal 2012
Observação do site : O presente foram 4 CDs maravilhosos
xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Postado no Facebook por  Everso andrade
"O Coronel Ustra foi um funcionário do Estado, semelhante a tantos outros Juízes de Direito, Promotores de Justiça, Delegados de Polícia e Coronéis, teve, assim, funções de comando... mas, não encarcerou ninguém... quem o fez, foi a lei em vigor, não cabia e nunca caberá discutir as decisões judiciais, senão, apenas lhes dar cumprimento, como agente do Estado.
... seria tão melhor para a nação brasileira dar pleno reconhecimento e vigor à Lei de Anistia de 1979, que era pra ser e foi AMPLA, GERAL E IRRESTRITA... A pretensa "Comissão da Verdade" não tem compromisso com a paz, com a liberdade, com a democracia e menos ainda com a verdadeira história ocorrida. Tenho a convicção, que defender a paz, a vida do povo e a liberdade, é defender o elo que se apresenta mais fraco, o que exige maior coragem moral, é defender com muita altivez, aquele que o comunismo quer demonizar a qualquer custo.
A história verdadeira já tem registrado, que ninguém foi morto por ser comunista ou opositor ao regime militar, pelas forças de segurança do Estado, encarregadas da repressão dos movimentos guerrilheiros auto-denominados comunistas... (houve a exceção do caso jornalista Vladimir Herzog, que não era envolvido com a guerrilha)... não houve massacre de opositores ao regime, morte sistemática de sindicalistas, comunistas, jornalistas ou parlamentares de oposição... morreu, quem enfrentou em armas, as forças da repressão à guerrilha... do lado do Estado, muitos dos mortos eram pessoas que nada tinham a ver com as forças repressivas... e , houve casos realmente horríveis, de fazer a humanidade chorar lágrimas de sangue... foram os tais JUSTIÇAMENTOS de "companheiros por "Companheiros".
A história da demissão do Gen. Ednardo, foi exatamente pela lamentável morte do jornalista Herzog... Quanto á eventuais prisões ilegais, é evidente que aconteceram ( e continuam acontecendo até os dias atuais, porém, sem indenizações), afinal, o surgimento da guerrilha comunista forçou o estado de exceção.... para deleite dos advogados criminalistas, que impetraram "n" Habeas Corpus, todos concedidos... e para fama ( e enriquecimento à custa do erário, sem trabalho)dos tais ex-presos políticos...
... Deputado Rubens Paiva, dizem os que sabem, era o dono do sítio (fazenda) onde Lamarca treinou seus guerrilheiros da ALN... dizem, que era comandante...
O grupo" Tortura nunca mais", nitidamente revanchista, canta muito desafinado e tenta mudar a realidade de fatos sabidos... eles tem que cantar sua canção sobre os fatos ocorridos no período 74/74 , em dueto com o grupo "Terrorismo nunca mais"... um grupo tem que impor freios e contra-pesos ao outro... porque o povo brasileiro não pode ser submetido a caprichos que já estão custando caro demais e que correm o risco sério de, perpetuada a farsa, se repetirem."
 
Adicionar comentário