Policia Federal deixa prédio em Brasília com
 malote apreendido. (Foto: Rafaela Céo/G1) 
 PF cumpre seis mandados de prisão em operação em SP e Brasília
Grupo é suspeito de fraudar pareceres técnicos de órgãos públicos.
Investigação começou em 2011, após denúncia de servidor.
Do G1 São Paulo  - 23/11/2012
Policial Federal deixa prédio em Brasília com malote apreendido. (Foto: Rafaela Céo/G1)
A Polícia Federal cumpre, nesta sexta-feira (23), seis mandados de prisão de suspeitos de integrar uma organização criminosa que praticava fraudes em órgãos federais.
Texto completo
A Operação Porto Seguro, que envolve ainda o cumprimento de 43 mandados de busca e apreensão, ocorre em cidades de São Paulo e em Brasília. Entre os investigados estão dois servidores públicos.
De acordo com a PF, o grupo é suspeito de se infiltrar em órgãos federais para obter pareceres técnicos fraudulentos a fim de beneficiar interesses privados. A organização criminosa começou a ser investigada em março de 2011, depois de uma denúncia de um servidor do Tribunal de Contas da União. Ele teria recebido uma oferta de R$ 300 mil para fraudar um parecer técnico e beneficiar uma empresa do setor portuário.
Organização praticava fraude em órgãos federais
Segundo a PF, o grupo investigado é composto de servidores públicos e agentes privados, e age em órgãos públicos para acelerar a tramitação de procedimentos ou para conseguir pareceres técnicos fraudulentos. A Operação Porto Seguro ocorre nas cidades de Cruzeiro (SP), Dracena (SP), Santos (SP), São Paulo e Brasília.
Os investigados deverão responder, ainda de acordo com a PF, pelos crimes de corrupção ativa, corrupção passiva, formação de quadrilha, tráfico de influência, violação de sigilo funcional, falsidade ideológica e falsificação de documento particular, com penas que podem ir de dois a 12 anos de prisão.

Comments powered by CComment