Imaginem, membros da Comissão da Verdade, o que
  sente cada um dos familiares desses 120 mortos
 ao saber que o "outro lado" não será investigado !...
 Ou melhor, que foram premiados ! 
 Ao notar que seus entes queridos continuarão sendo
 ignorados e seus nomes varridos para baixo dos
 tapetes da Esplanada !...
 Não é o dinheiro que vai satisfazer esses familiares,
 mas o reconhecimento da sociedade . Eles morreram
 sem trair a Pátria...
Por Maria Joseita Silva Brilhante Ustra - editora do site www.averdadesufocada.com
Contribuição para a Comissão da Verdade
Leiam na Portaria abaixo e calculem... Cada morte que "Clemente" declara ter cometido - 10 assassinatos - rendeu a ele R$ 57.741,68. No total, os dez assassinatos  renderam mais uma pensão vitalícia de R$ 4.037,88 , como Terceiro-Sargento do Exército.
Esses atrasados e essa quantia mensal foi concedida como indenização por ter desertado, ter participado, segundo ele, de todas as ações da ALN,  nunca ter sido preso, ter  declarado que entrou para o Exército para aprender as técnicas empregadas pelos militares para combater a guerrilha urbana e aplicá-las contra esse mesmo Exército que o abrigou em suas fileiras. Enfim, um traidor de seus companheiros, de seus chefes, do Exército que o acolheu e de sua Pátria !

Imaginem se os militares usassem as mesmas técnicas que ele usou contra Marcio Toledo Leite - o "justiçamento"
Confirme se estou exagerando, clicando  AQUI para ver o vídeo com a entrevista de "Clemente" à Globo News

Leiam na Portaria abaixo,  assinada pelo Ministro da Justiça Tarso Genro, e calculem...

GABINETE DO MINISTRO

"PORTARIAS DE 3 DE FEVEREIRO DE 2010

O MINISTRO DE ESTADO DA JUSTIÇA, no uso de suas atribuições legais, com fulcro no artigo 10 da Lei nº 10.559, de 13 de novembro de 2002, publicada no Diário Oficial de 14 de novembro de 2002 e considerando o resultado do julgamento proferido pela Terceira Câmara da Comissão de Anistia, na sessão realizada no dia 28 de setembro de 2005, no Requerimento de Anistia nº 2005.01.51656, resolve:

(………)

Nº 34 – Declarar CARLOS EUGENIO SARMENTO COELHO DA PAZ, portador do CPF nº 022.477.858-75, anistiado político, reconhecer o direito as promoções à graduação de Terceiro-Sargento com os proventos da graduação de Segundo-Sargento e as respectivas vantagens, conceder reparação econômica em prestação mensal, permanente e continuada no valor de R$ 4.037,88 (quatro mil, trinta e sete reais e oitenta e oito centavos), com efeitos financeiros retroativos da data do julgamento em 13.08.2009 a 14.08.1998, perfazendo um total de R$ 577.416,84 (quinhentos e setenta e sete mil, quatrocentos e dezesseis reais e oitenta e quatro centavos), nos termos do artigo 1°, incisos I e II, Parágrafo Único da Lei nº 10.559 de 13 de novembro de 2002."

PS: O ministro da Justiça na  época era o atual governador do Rio Grande do Sul ( Ala Vermelha).

Comments powered by CComment

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar