Veja aqui o vídeo com o Manisfesto  " Alerta à Nação -  
  Eles que venham. Por aqui
não passarão"!
 
Observação do site www.averdadesufocada.com :
As novas adesões estão sendo atualizadas trêes vezes
ao dia e podem ser enviadas para o e-mail
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Texto não reconhece autoridade de Amorim  sobre Clube Militar
Evandro Éboli - O Globo -29/02/2012
Brasília. Um grupo de 100 oficiais da reserva produziu o documento  " Manifesto à Nação " , numa reação à pressão feita pelo governo e que levou o Clube Militar a retirar de seu site documento que criticava a presidente Dilma Rousseff e  as ministras Maria do Rosário ( Direitos Humanos) e Elionora Menicucci ( Secretaria das Mulheres) ( leia aqui). O texto de ontem, que circula nos meios militares, reafirma a validade do manifesto
da semana passada.
Os militares que o assinam criticam o ministro da Desfesa, Celso Amorim, que teria dado a ordem para a exclusão do texto.
"Em uníssono, reafirmamos a validade do conteúdo do manifesto publicado no site do Clube Militar, a partir do dia 16 de fevereiro e dele retirado, segundo o publicado em jornais de circulação nacional, por ordem do Ministro da Defesa, a quem não reconhecemos qualquer tipo de autoridade ou legitimidade", diz o documento.
Como no manifesto vetado no site do Clube Militar, o documento de ontem critica a criação da Comissão da Verdade. "A aprovação da Comissão da Verdade foi um ato inconsequente de revanchismo explícito e de afronta à Lei da Anistia com o beneplácido, inaceitável, do atual governo."

Comments powered by CComment

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar