Guerreiros de outrora - 27/10/2011
Adaptação da poesia "No te rindas a la vida" de Mario Benedetti 
 Por Maria Joseita Silva Brilhante Ustra
www.averdadesufocada.com
Não desistam, lutem!
Ainda é tempo de  vocês reagirem
de terem objetivos e lutarem de novo por seus ideais,
Aceitarem a reação inesperada,de quem os levou á luta
Guerreiros de outrora, é hora de  juntarem  forças
Soltar a voz, retomar as rédeas e se lançarem á luta.
Não desistam que a vida é isso, luta renhida
Continuar a viagem, defender os seus ideais,
Não desistam, por favor, não cedam,
Ainda que o silêncio, de onde  esperavam gritos, decepcione, 

Ainda existe fogo nas almas guerreiras
 Mesmo que as armas de hoje sejam as palavras
Que elas sejam fortes e ponham para fora  todo o dissabor
do dever cumprido e não reconhecido.
Lembrem-se ainda existe vida nos seus ideais
Porque não existem feridas que o tempo não cure.
Abram as portas, tirem as trancas, abandonem as muralhas que os protegeram, mas que hoje os abandonam 
Não baixem a guarda.
Não desistam, por favor, não cedam, não se calem
Porque vocês, mesmo que se sintam  assim, não estão  sozinhos, nós gritaremos com vocês

Adicionar comentário