Verba da merenda paga uísque e bonecas em AL
O Globo - 19/07/2011  
MACEIÓ. Em intervalo de menos de um ano, os alagoanos viram a realização de duas operações da Polícia Federal e um desfile de prefeitos, secretários, funcionários públicos e primeiras-damas presos, acusados do desvio de R$8 milhões, verba da merenda escolar. Em 21 de outubro de 2010, foram cumpridos oito mandados de prisão temporária e 16 mandados de busca e apreensão nos municípios de Maceió, Arapiraca, Craíbas, Limoeiro de Anadia, Lagoa da Canoa e Traipu.

 Texto completo

 

Entre os presos, o prefeito de Traipu, Marcos Santos (PTB). Em 30 de março último, a mulher dele, a primeira-dama Juliana Kummer, e o filho, Marcos Santos, tiveram o mesmo destino, a prisão, durante a segunda operação da PF, a Mascotch. Na operação, cinco primeiras-damas foram acusadas de trocar verba da merenda por caixas de uísque, boneca, compras em supermercado e ração para cachorro. Alagoas tem, proporcionalmente, o maior número de analfabetos e de abandono escolar do país.

Comments powered by CComment