Imprimir
Categoria: Forças Armadas
Acessos: 3519
 Alexandre Alves/ Olhar Direto
TOP NEWS - 15/06/2011
Os soldados do Exército Brasileiro estão fazendo a recolha de tratores de esteira flagrados em desmatamento ilegal na região Norte de Mato Grosso e de caminhões que carregavam toras sem documentação, em apoio a operação integrada do Ibama, Polícia Federal e Força Nacional de Segurança – conforme determinação expressa dos ministros do Meio Ambiente, Isabela Teixeira, e da Justiça, José Eduardo Cardoso.
Texto com
pleto
No município de Nova Ubiratã (490 km de Cuiabá), o Exército retirou um trator de esteira modelo D-9 e um caminhão carregado com 17 m³ de toras sem documentação de origem, envolvidos com o desmatamento e exploração ilegal de madeira. Em um assentamento da reforma agrária de Feliz Natal (530 km da capital), foram 16 palanques e 98 mourões de Itaúba.
Em Ipiranga do Norte (480 km ao Norte), os militares fazem a guarda de diversas esplanadas repletas de toras extraídas ilegalmente enquanto a prefeitura do município se organiza para a retirada da madeira. “O Exército Brasileiro está conosco no campo, dando um apoio fundamental na guarda e na retirada de bens apreendidos pela fiscalização e na segurança das equipes”, afirma o chefe da fiscalização do Ibama em Mato Grosso, Luciano Guerra Cotta.
Todos os bens flagrados na cena de crimes ambientais serão retirados dos infratores. Os militares dão apoio logístico e operacional. Um helicóptero do Ibama sobrevoa toda a região. “Os infratores estão advertidos: se continuarem desmatando, irão perder os bens utilizados para o cometimento dos crimes,” diz Cotta.
Nesta segunda-feira, mais 103 homens do Exército, de batalhões de Mato Grosso do Sul, foram enviados ao Nortão de Mato Grosso – parte para substituir os soldados que já estão há dias na região e, outra parte para reforçar a tropa.