Erenice e Dilma cumprimentos efusivos
Após escândalo, Erenice Guerra reaparece no Planalto
 Por Mariângela Gallucci e Eugênia Lopes
 Estado de são Paulo - 02/12/2011
Afastada da Casa Civil sob suspeita de envolvimento e montagem de um esquema de lobby dentro do Palácio do Planalto, a ex-ministra Erenice Guerra ressurgiu hoje na cerimônia de posse da presidente Dilma Rousseff.

Toda de preto, com uma saia esvoaçante e uma bolsa vermelha, Erenice ficou na ala destinada a convidados especiais - e não a de ex-ministros de Estados - e foi efusivamente cumprimentada pela nova presidente da República
Acompanhada do marido José Roberto Camargo Campos, Erenice recebeu um longo abraço de Dilma, com direito a beijo, mão na cintura e tapinhas no ombro. Ao fim, depois de tirar foto ao lado da presidente e do marido, Erenice acariciou a faixa presidencial. Assim como os filhos da ex-ministra, José Roberto também é suspeito de tráfico de influência na época em que era diretor de uma empresa de comunicações.

Mais tarde, Erenice também circulou pelos salões do Itamaraty, onde a presidente recepcionou os convidados da festa depois da cerimônia de posse. Ela disse à reportagem do Estado que espera voltar a advogar a partir do próximo mês. Disse que não se encontrou com Lula desde que foi demitida da Casa Civil e não quis dizer se manteve algum contato com Dilma.(...)

Comments powered by CComment