Dilma, Paulinho e Lula, durante campanha
 Paulinho e Força são condenados por improbidade
Fernando Taquari  - De São Paulo
Valor Econômico - 23/11/2010 
 
A Justiça Federal condenou o deputado federal Paulo Pereira da Silva (PDT-SP), o Paulinho da Força, e a Força Sindical a devolverem R$ 235,5 mil aos cofres públicos pelo crime de improbidade administrativa. Tanto Paulinho, como é conhecido, quanto a Força também terão que pagar uma multa de R$ 471 mil.

Texto completo
Na decisão, a juíza Fernanda Souza Hutzler, da 25ª Vara Federal Cível de São Paulo, considerou que o deputado e a entidade cometeram irregularidades na gestão de R$ 40 milhões do Fundo de Amparo ao Trabalho (FAT) para a execução do Plano Nacional de Qualificação do Trabalhador (Planfor), no ano de 2001. Paulinho é o atual presidente da entidade.
O Ministério Público propôs a ação em 2003 após a Força Sindical contratar sem licitação o Instituto Paulista de Ensino e Cultura por R$ 20,3 milhões. A Procuradoria da República ainda listou outras irregularidades na gestão dos recursos, como pagamentos antecipados e falta de relatórios de fiscalização de execução dos contratos.
A condenação aconteceu em agosto deste ano, mas só foi divulgada ontem pelo Ministério Público Federal (MPF), que prometeu pedir ao Tribunal Regional Federal de São Paulo (TRF-SP) que acolha a manutenção da sentença em segunda instância.
 

Comments powered by CComment