Lema dos companheiros de armas: omissão
   não é mentira ...
Abrão... o guardião
Direto da Fonte - Sônia Racy - O Estado de S. Paulo - 15/10/2010 
O pedido de indenização de Dilma Rousseff feito em 2002 à Comissão de Anistia está hoje na mesa do presidente da comissão, Paulo Abrão. O que foi fazer lá visto que o processo havia sido suspenso em 2007? Segundo a assessoria do Ministério da Justiça, migrou por uma questão de segurança. O argumento é de que pelo setor, onde ficam os documentos destinados à análise para concessão de anistia, passam mais de 100 pessoas por dia. E assim pode haver... vazamento.

 
A papelada foi deslocada em fevereiro, pouco antes da então ministra se desincompatibilizar para concorrer à Presidência. O arquivo detalha a vida de Dilma durante o período militar e reivindica reparos econômicos pelo período em que foi perseguida.
Quanto ela pede? O ministério não soube informar.

 
 Observação do site:www.averdadesufocada.com  - Dilma Rousseff e Franklin Martins  criaram um "centro de  referência das lutas Políticas no Brasil - Portal Memórias Reveladas -, que foi  institucionalizado pela Casa Civil da Presidência da República e implantado no Arquivo Nacional com a finalidade de reunir informações sobre os fatos da história política recente do País.
 A abertura do Portal  é assinada por Dilma Rousseff e declara que " coloca à disposição de todos os brasileiros os arquivos sobre o período entre as décadas de 1960 e 1980 e das lutas de resistência à ditadura militar, quando imperaram no País censura, a tortura (...)"
 Na teoria, é muito  louvável lembrar aos brasileiros os fatos sombrios dos chamados "Anos de Chumbo", abrindo os arquivos dos dois lados  que se enfrentaram mostrando porque e para que se enfrentaram. Inclusive, para que tais fatos não se repitam!
O Portal, no entanto, é um vazio de informações da história. Quase nada se fala dos guerrilheiros, e quando de refere a eles é como heróis . Muito pouco das organizações subversivo-terroristas e menos ainda de seus crimes
Por exemplo:
Quanto aos seus criadores
1- Franklin Martins, membro inicialmente da Dissidência Comunista da Guanabara, mentor e executor do sequestro  do embaixador americano e fundador do MR-8, aparece apenas como ministro da Comunicação Social e, em nenhum momento, o Portal se refere ao seu passado terrorista, nem mesmo de sua fuga para o Chile, quando continuou atuando lá,  e,de lá, comandando as ações de sua organização aqui no Brasil, até a queda de Allende, quando fugiu novamente do país..
2- Dilma Rousseff aparece  assinando a apresentação do Portal  e é citada em uma exposição organizada por eles.Não se fala que pertenceu à POLOP, nem ao COLINA, muito menos que juntamente com a VPR ( organização de Lamarca) , fundou a VAR-Palmares
Nada mais do que isso sobre as atividades dos dois.
Agora, durante a campanha presidencial , além da omissão das prometidas Memórias Reveladas, nos surpreendemos mais ainda.
O STM mantém trancado em um cofre o processo com as implicações de Dilma na luta armada  "para não ser explorado politicamente", segundo o ministro do STM , mesmo com um pedido de acesso ao  feito judicialmente pelo jornal A folha de São Paulo.
 Completando todo o mistério de sua vida clandestina, que não interessa à Dilma Rousseff que venha a público,  temos a negativa da  Comissão de Anistia de dar informações sobre o pedido de indenização que tem como gardião o Sr Paulo Abrão, presidente da referida comissão. Desde fevereiro deste ano, o processo se mantèm na mesa de Abrão, provavelmente a sete chaves...
Que Memórias Reveladas são essas?
O povo brasileiro tem direito a conhecer a verdadeira história e não a que interessa a eles.
Abram esses arquivos de uma vez por todas . Chega de livros com títulos apelativos , como " Direito à Memória e à verdade", de criação de comissões que escondem os fatos, como a Comissão da verdade!...
Mostrem as suas verdadeiras caras!
Comentários   
#1 Valdeke Silva 13-02-2016 13:03
Muitos militares daquele período sombrio da História do Brasil ainda estão vivos. Será possível que não haja nenhum com hombridade e apego à verdade suficientes para contradizer esta farsa montada por Dilma Rousseff e seus pares para esconder a verdade? Apareçam senhores. Garanto que, não faltarão telespectadores , leitores e internautas interessados na verdadeira História do Brasil. Só assim vão cair os mitos de defensores da democracia!
Adicionar comentário