Chico Whitaker, coordenador da Abracci Otimista, ele acredita que a mudança no texto feita pelo Senado não vai implicar problema para aplicação da lei
Moacir Assunção - O Estado de São Paulo
Um dos coordenadores nacionais da Articulação Brasileira contra a Corrupção e a Impunidade (Abracci), o ex-vereador Chico Whitaker teve a oportunidade de dar, em primeira mão, a um grupo de alunos de um curso de política do qual ele participava, na quinta-feira, a notícia da aprovação do projeto Ficha Limpa - agora Lei 135/2010, votada e sancionada - para as eleições deste ano.
Otimista, Whitaker considera que a mudança no tempo verbal da lei aprovada na Câmara e Senado não implica qualquer problema para a aplicação da lei. O Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE) - rede de 44 entidades que encampou a proposta - se prepara para montar um site por meio da Abracci para acompanhar, nacionalmente, a efetivação da lei. "A vitória no TSE foi um belo avanço. Isso provou que em toda a sociedade há o sentimento de que não é possível mais conviver com a corrupção e a impunidade na política brasileira", comemorou.(...)
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Não é anistia - O Globo
É ANIMADOR o correto aval dado pelo TSE à entrada imediata em vigor da Lei Ficha Limpa. 
SIGNIFICA QUE o sentido do projeto da lei é atendido pela Justiça. Espera-se que o mesmo ocorra na avaliação de outro ponto crucial: se sujeiras do passado serão consideradas ou não na avaliação da folha corrida dos candidatos.
O SENTIDO da lei aprovada é cristalino: vale é a situação da ficha no momento da avaliação do pedido de registro da candidatura.
QUALQUER OUTRO entendimento será usar marotamente a lei para anistiar fichas-sujas.

Comments powered by CComment