www.claudiohumberto.com.br
A oposição teme que o governo apague os vestígios da investigação – sem decisão judicial – sobre vida fiscal de seis oficiais do Exército. A ordem foi assinada eletronicamente, em 18 de janeiro passado, pelo coronel Fernando Lima Santos, chefe de gabinete do general Jorge Félix, do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) da Presidência da República, atingindo quatro generais, três da ativa, e dois coronéis.
  
Explicações
Os deputados José Carlos Aleluia (DEM-BA) e Gustavo Fruet (PSDB-PR) querem interrogar o ministro-chefe do GSI sobre a violação.
  
Documentado
Esta coluna mostrou ontem documento da Coordenação-Geral de Pesquisa e Investigação da Receita provando a quebra do sigilo.
  
Boca de siri
Esta coluna solicitou ontem mais uma vez, mas a Receita Federal faz silêncio sobre a investigação fiscal contra militares do Exército.

 

Comments powered by CComment