Eles não se conformam : agora vão recorrer a 
 Corte Interamericana!

EX-PRESIDENTE DA OAB LEVOU ENTIDADE A UM VEXAME HISTÓRICO
Por  Reinaldo Azevedo
A ação contra a extensão da Lei de Anistia foi uma iniciativa de Cezar Britto, ex-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), que submeteu a ordem a uma humilhação. O voto de Peluso chegou a ser cruel, demonstrando com clareza meridiana tese já exposta também por Marco Aurélio de Mello: ainda que se acatasse a argüição, não haveria o que fazer com ela porque todas as ações penais estariam prescritas.
É uma vergonha para a OAB, durante tanto tempo conduzida mais pela ideologia do que por qualquer preocupação com o rigor jurídico.
E que se lembre: a OAB foi uma das promotoras da Lei da Anistia há mais de 30 anos. E Peluso observou: não consegue entender como a entidade, agora, decidiu rever seu próprio juízo sobre a norma, uma lei que ela concorreu para editar.
Um voto histórico de Eros Grau!
Uma sessão história do Supremo!
Um vexame histórico da OAB!
Observação do site www.averdadesufocada.com: Acompanhem passo a passo a votação do STF  em http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/

 

Comments powered by CComment

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar