JORNAL FLIT PARALISANTE POLÍCIA SEM CERIMONIAL
A APOSENTADORIA DO DOUTOR APARECIDO LAERTES CALANDRA: OPERAÇÃO RELÓGIO DE OURO
Conforme relato de autoridade lotada na DGP, na sexta-feira, por volta das 15h00, enquanto o delegado Aparecido Laertes Calandra atendia convocação da Secretaria de Segurança Pública, pretensamente pertinente a assunto de sua aposentadoria ,  prestes de completar 70 anos de idade, adentraram ao DAP a Ilustre Delegada Corregedora e Ilustre Divisionário das Corregedorias Auxiliares, com a determinação de se  efetivar  buscas no gabinete do doutor Calandra visando  apreender documentos “secretos” .
 A busca seria cumprida de forma insidiosa, ou seja, sem a presença do ainda ocupante do gabinete; por tal foi obstada pelo Titular da DAP até o retorno do delegado Calandra.
Tal ordem teria sido dada pelo Excelentíssimo Secretário, atendendo a comando do Excelentíssimo Governador José Serra.
Nada foi encontrado no local.
A diligência foi recebida como mais uma simbólica  humilhação infligida aos Delegados de Polícia, pois Calandra é homem de confiança dos governos PSDB, desde  1995.
 Amigo pessoal do DGP adjunto e do próprio Delegado Geral.
Por outro aspecto, infantilidade acreditar que o Delegado fosse levar consigo( subtrair) documentos secretos no último dia de trabalho.
O incidente causou  cisão entre membros do grupo do Delpol PC, do qual fazem parte alguns delegados da Corregedoria Geral; assim defensores, em causa própria,  da operação “relógio de ouro” ( antigo costume  de algumas  boas empresas em presentear seus aposentados na despedida  ).
 Por sua vez a maioria da comunidade Delpol-PC,  quer providências;  até  expulsão  da Adpesp das duas autoridades corregedoras.
http://flitparalisante.wordpress.com/2010/03/14/a-aposentadoria-do-doutor-aparecido-laertes-calandra-operacao-relogio-de-ouro/
Adicionar comentário