É evidente que a candidatura DILMA está ligada inexoravelmente ao continuismo e  a luta pela permanência no Poder desta corja que assaltou o Brasil de corpo e alma.
    Nunca tiveram um projeto de Governo e sim um Projeto de Poder.  Para tal, precisavam de dinheiro e por estarem no poder, utilizaram-o para conseguir, pela, corrupção, o numerário de que precisavam, não só para enriquecerem pessoalmente, como também para satisfazer as suas necessidades de se manterem politicamente, comprando o legislativo (MENSALÂO) e participando das principais maracutaias tão divulgadas, envergonhando o País.
    "Compraram" a população de baixa renda oferencendo os projetos de "Bolsas Esmolas" ao invés de dar-lhes oportunidades de um trabalho digno e assim "abasteceram" o povo e os seus apadrinhados.

Texto completo

 

Trataram de armar o MST e congêneres. Deram dinheiro a rodo para as ONGs e as organizações estundantis, visando "comprar" as suas consciências e impedimdo que estes insuflassem o massa num possível processo de impeachment, em tudo semelhante ao vivenciado pelo "Collor".     Achacaram os empresários desonestos que viam nisto uma forma de manterem seus investimentos seguros e fáceis. Compraram a mídia com projetos duvidosos de repasse de dinheiro publicitário. Enfim, compraram tudo, inclusive as Instituições já desmoralizadas com facilidades monetárias, utilizando-se sempre do erário.
    Tentaram desmoralizar a classe Militar com promessas nunca cumpridas, e sempre através de uma política revanchista, ameaçando os militares e jogando-os contra a Sociedade e sempre valendo-se destes nos momentos em que necessitavam, em face do prestígio que esta classe ainda conserva junto a Sociedade.
    E agora tentam impingir ao Povo não esclarecido e que vendeu as suas consciências, a candidatura da ex terrorista e assaltante de bancos para o continuismo de seu Projeto de Poder. Cabe a nós, sociedade como um todo, rechasarmos mais esta tentativa de Comunização de nosso País, que agora só poderá ser conseguida pelo voto democrático da Sociedade.
    Cesar A.
 
Adicionar comentário