Pela auditoria do site www.averdadesufocada.com  
Ricardo Berzoini, que  deixa o PT, defendeu a presença de José Dirceu  no partido . Também, não adianta negar. Por baixo dos panos, na clandestinidade,  como sempre foi sua atuação , ele continuou sendo o guru de muita gente no governo e mentor das ações do PT, apesar de ter perdido o cargo de ministro da Casa Civil  e de ter seu mandato de deputado cassado pela acusação de ser o mentor do maior escândalo de corrupção do governo Lula.  Totalmente reabilitado perante seus companheiros, era dos mais procurados, posando para fotografias com militantes e dirigentes. Entre uma fotografia e outa,  apregoava, aos quatro ventos, que agora será do Diretório do Partido e que vai ter um papel oficial importante na campanha de Dilma Rousseff . O escândalo parece até que lhe deu maior projeção: está se achando a estrela máxima do  PT  e, sem pudor, declarou publicamente que:
- "Mensalão para mim não é corrupção. Mensalão para mim é financiamento de campanha com caixa 2."
Na realidade , ele nunca saiu de cena. Como adora holofotes, declarava publicamente, que só o ano passado visitou mais  de 70 estados para resolver problemas do PT que estavam pendentes.
Já que será do Diretório não precisa agir na clandestinidade - aliás uma das formas em que atua com bastante desenvoltura - subirá ao palanque com Dilma e , segundo Berzoini, o tempo trouxe uma mudança de avaliação . " As pessoas já separam o que é político do que é jurídico. De nossa parte não haverá nenhum constrangimento."
 Dilma chegou ao encontro , sorridente,  e, como sempre defendeu a atuação de seu companheiro de armas , provavelmente , está satisfeita em tê-lo como companheiro de palanque
Dirceu disse que se considera reabilitado, mas reconhece que o problema do mensalão só será sepultado quando o STF se pronunciar definitivamente
Eis aí o homem, esperando o julgamento pelo Supremo Tribunal Federal do processo no qual é acusado de  mentor e chefe da quadrilha do  escãndalo que horrorizou o país em 2005. Enquanto espera, o julgamento, clandestinamente ou oficialmente, vai colhendo louros que a notoriedade ainda que, para muitos,  negativa lhe proporciona.
Adicionar comentário