Por que não aproveitar as viagens para uma
  campanhazinha ?
MINISTRO VOOU 85 VEZES NOS JATINHOS SÓ EM 2009, E MAIORIA DAS VIAGENS FOI PARA ESTADO NATAL
Luiza Damé e Chico de Gois - Agência O Globo
Correio Braziliense - 18/01/2010
O ministro da Justiça, Tarso Genro, é o campeão na utilização de aviões da Força Aérea Brasileira (FAB) pelo país afora.
Candidato declarado ao governo do Rio Grande do Sul, Tarso se valeu dos jatinhos em 85 ocasiões em 2009, sendo que a maioria das viagens foi para Porto Alegre, onde mora — o que é garantido pela legislação em vigor — ou para cidades no interior do Rio Grande do Sul.
Na média, foi uma viagem a cada quatro dias. Em seguida vem o ministro do Turismo, Luiz Eduardo Barretto, que fez 81 viagens em aviões da FAB. Em 2009, os ministros usaram 813 vezes os aviões da Força Aérea, sem contar viagens na comitiva do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.
Os dados são de um levantamento feito pelo GLOBO nos 37 ministérios — incluindo o Banco Central, cujo presidente, Henrique Meirelles, tem cargo de ministro. Do total, 30 informaram o número de viagens realizadas pelos titulares das pastas usando os jatinhos da FAB, com a respectiva agenda cumprida pelo ministro. O Banco Central e o Gabinete de Segurança Institucional não deram os dados, limitando-se a afirmar que o serviço foi usado “de acordo com a norma vigente”.
Casa Civil, da ministra Dilma Rousseff, Defesa, Direitos Humanos, Esporte e Meio Ambiente não responderam ao pedido de informações.
Em várias ocasiões, Tarso aproveitou a viagem para manter agendas políticas no Rio Grande do Sul. Segundo a agenda fornecida pelo Ministério da Justiça, nessas viagens Tarso deu entrevistas a veículos de comunicação gaúchos, fez palestras em associações comerciais e visitou universidades, mas também tratou dos programas ligados à pasta. Numa das viagens, em janeiro de 2009, o ministro foi para Porto Alegre num avião da FAB para participar de reunião com guardas municipais das cidades atendidas pelo Programa Nacional de Segurança com Cidadania (Pronasci), em Canoas. Quatro dias depois, Tarso usou novamente o transporte da FAB para evento do Pronasci, mas no Rio.(...)
(...)Segundo o decreto, podem usar o serviço da FAB o vice-presidente da República, os presidentes do Senado, da Câmara e do Supremo Tribunal Federal, os ministros, ocupantes de cargo público com prerrogativa de ministro e os comandantes das Forças Armadas. Os voos são permitidos por motivo de segurança e emergência médica, em viagens a serviço e em deslocamentos para o local de residência permanente.
 
 
Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar