e culpa herança de governo anterior - Por Keila Santana - Direto de Brasília

 O governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda, confirmou a desfiliação do partido DEM um dia antes do julgamento do processo de expulsão pela Executiva Nacional do partido. "As práticas políticas irregulares do governo anterior são heranças que, admito agora, não consegui extirpar completamente. Para enfrentar esses desafios e garantir a conclusão de todas as obras que comecei, tomo a difícil decisão de deixar a vida partidária, desligando-me neste momento do partido Democratas", disse.Arruda anunciou que não pretende disputar mais nenhuma eleição enquanto estiver em vigor o atual sistema eleitoral. Sem partido, o governador fica impedido de concorrer à reeleição ao governo de Brasília no ano que vem.

Texto completo

Arruda disse que não vai renunciar ao cargo. "Não disputarei a eleição do próximo ano. Quero dedidcar-me inteiramente à tarefa de cumprir, como governador, todos os compromissos e metas assumidos no programa de governo", afirmou.
Num breve pronunciamento, o governador disse que a desfiliação dele foi escolhida para evitar constrangimentos no DEM, de quem ainda defendia a permanência dele na legenda a despeito da pressão pela expulsão.
"Com esse gesto, evito o constrangimento dos meus amigos e companheiros do partido, de ter que decidir entre saciar a sede por atos radicais e midiáticos ou julgar com amplo direito de defesa e cumprimento dos prazos estatutários", disse.
O governador Arruda disse que vai continuar se defendendo das acusações de comandar um esquema de arrecadação e distribuição de propinas para aliados.
"Sem o clima emocional que marca este momento, quero me dedicar inteiramente a trabalhar por Brasília, defender a minha honra e o mandato de governador que me foi outorgado pela vontade popular", afirmou.
O governador fez o anúncio da desfiliação acompanhado do vice-governador, Paulo Octávio, ainda utilizando para se locomover um andador de metal, devido a uma cirurgia no pé a que se submeteu há alguns dias.(...)
Especial para Terra
Adicionar comentário