Por Carlos Vilmar
O escândalo político que se abateu sobre a Capital Federal escancara a vida bandida da política. Os vídeos que mostram o governador do Distrito Federal e parlamentares recebendo maços de dinheiro revelam a vilania que impera nos poderes nacionais e o ofício prioritário dos “tais” representantes do povo, o de roubar o país.
As graves revelações trazem alguma surpresa? Claro que não. Os mais de 120 (cento e vinte) escândalos políticos, ocorridos somente nos anos 2000, atestam que a ladroagem de Brasília é apenas o escândalo do dia. Uma pane no sistema. É notório que os crimes ora revelados não são exceções e sim a regra, o “modus operands” da bandidagem que se instalou na política nacional. .

 

Texto completo

 O elenco de falcatruas e imoralidades cometidas por autoridades de todos os níveis não deixam dúvidas, as ações criminosas contra o Brasil iniciam no topo dos poderes constituídos e se estendem ate às câmaras municipais. A política brasileira funciona como uma grande quadrilha com ramificações autônomas por toda a Nação.
Nas últimas três décadas os políticos ignoraram totalmente o país. Nos dias atuais não existe uma única necessidade essencial da população que seja atendida de acordo com a demanda. Como exemplos do descaso da política para com a sociedade a saúde, a educação e a segurança pública que agonizam em estado terminal. A população está abandonada. E este é o melhor cenário, pois para grande parte dos “tais” representantes do povo a população é mera estatística. Sendo assim, para que servem os políticos?  A rotina do legislativo, pelo Brasil afora, está voltada para resolver interesses particulares e isso inclui a corrupção. A regra é cada Senador, Deputado ou vereador defender o seu e os seus, levar o máximo de vantagens e nunca perder de vista as próximas eleições.  O palco político fede. Os atores, em um número significativo, estão sujos, mas não estão nem ai para o país ou para a sociedade. 
    
 A grande repercussão do crime praticado pela facção instalada no governo do Distrito Federal não foi por ser inédito, são as imagens, um flagrante que nos faz sentir mal. A visão das cenas dos políticos recebendo dinheiro doem com uma fratura exposta e indignam como um estupro. É nojento e causa revolta. E o que é que vai acontecer? Não vai acontecer nada. Os resultados anteriores de ações contra políticos dão esta certeza a sociedade 
O afastamento do governador e dos parceiros nos crimes resolve a questão? Não, não vai resolver. Será uma ação semelhante à poda de uma grande árvore, as raízes vão continuar a se expandir. A realidade é que país está desarrumado, a democracia está desarrumada. A incorporação da corrupção como parte do sistema político é um mau sinal, historicamente é uma situação que não termina bem.  É preciso que a sociedade se posicione e busque uma cura para o mal que maltrata o país e a população. Existem dois caminhos a seguir, se indignar e reagir contra a vilania e a ladroagem na política ou deixar assim e continuar a ser explorada pelos cafetões da Nação.  
Adicionar comentário