A$ açõe$ da UNE $eguem a cartilha do governo e $ua vontade
Por Suébster Neri 
A UNE, União Nacional dos Estudantes, não protesta, não vai às ruas, não aciona a Justiça e sequer reclama da fraude criminosa dos exames do Enem que atingiram em cheio os sonhos e as esperanças de 4,5 milhões de estudantes. Este ilícito vergonhoso, marca da incompetência do Ministério da Educação e do governo do PT, é de uma gravidade sem tamanho, uma vez que mostra a extensão e a profundidade do atoleiro moral em que estamos metidos.

Texto completo

Como podemos acreditar, depois disto, que vivemos em um país que preza valores como a honestidade e o respeito ao direito de oportunidades iguais para todos? Não vivemos. Neste governo, infelizmente, a fraude e a corrupção venceram a esperança. E onde está a UNE que deveria ser a voz dos estudantes? Ora, ora, a turma vendida que comanda a entidade deve estar contando o vil metal.

Afinal, todo o mundo sabe que o governo comprou a UNE pela bagatela de 13,7 milhões de reais em cinco anos. No caso gravíssimo da fraude no ENEM, o máximo que o presidente da UNE, Augusto Chagas (ligado ao PCdoB), fez até agora, possivelmente entre um arroto e outro, foi recomendar, com a devida cautela, que a Polícia Federal investigue o vazamento das provas. Sua declaração foi feita em voz baixa, como se temesse ser ouvido. Não protestou, não condenou.

Se é só isso que o presidente da UNE tem a dizer, melhor que ele se cale a respeito da fraude do ENEM como fez no mensalão, na quebra do sigilo do caseiro e em todos os demais escândalos deste governo. Ao contrário do passado, quando se caracterizava pela coragem e a frontalidade, as marcas da UNE no presente são o servicilismo e a falta de ética. Quem precisa desta UNE pelega e desprovida de princípios?

--
Blog da Resistência Democrática no
Resistência Democrática

Comments powered by CComment

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar