Por Laryssa Borges -  Direto de Brasília
O presidente Luiz Inácio Lula da Silva voltou a criticar nesta quarta-feira a instalação da CPI da Petrobras e minimizou as chances de o grupo de investigação, que tem dois governistas em seus postos-chave, não apurar realmente as eventuais irregularidades na estatal. Para Lula, a comissão é boa para "quem quer fazer Carnaval".

Texto completo

"A mim (a CPI) não preocupa. O que eu acho é que tem gestos de irresponsabilidade na constituição de uma CPI dessas porque você pode pedir investigações da Receita Federal, da Controladoria Geral da República, do Ministério Público, da Comissão de Valores Mobiliários. Na verdade, a CPI pode ser muito interessante para quem quer fazer um Carnaval. Para quem quer investigar seriamente era preciso ter um outro mecanismo", condenou.

Questionado sobre as chances de a investigação acabar em "pizza", Lula resolveu atacar setores da oposição. "Enquanto a oposição grita, eu trabalho. Todos eles são bons pizzaiolos", disse.

"Acontece que a Petrobras é a maior empresa brasileira, a empresa de maior projeção nacional, tem ações na Bolsa. O que a turma que queria privatizá-la ontem está hoje preocupada com a Petrobras? A minha preocupação agora não é com a CPI", ressaltou, explicando que seu interesse imediato é em enviar ao Congresso Nacional o novo marco regulatório para a exploração do pré-sal.

"A minha preocupação é (...) que me entreguem daqui a dez dias no novo marco regulatório da Lei do Petróleo por causa do pré-sal e que quero anunciar ao Brasil qual será o novo marco regulatório e quero mandar para o Congresso as mudanças na lei que são necessárias¿, comentou Lula, que participou de almoço em homenagem ao novo presidente da Embrapa, Pedro Arraes.

Redação Terra

Comments powered by CComment