Imprimir
Categoria: Política interna
Acessos: 343

 Jornal da Cidade - 23/07/2020 às 05:34

Estamos vendo uma clara intervenção nas investigações sobre o suposto caixa 2 no ninho tucano pelo Senador que procura apoio para burlar a Constituição e ser candidato à reeleição da casa.

Ressalta-se que o plano “A” será encontrar apoio na própria casa pelos colegas; e caso seja difícil, só então articular o plano “B” que seria com os Ministros do “ninho ao lado”.

Surge então como defensor que utiliza o poder e peita a Polícia Federal, barrando-a para que não entre em “ninhos” e garanta que a vida à margem da lei continue sendo executada. Nada melhor que ter um porto seguro onde esconder os podres e ser protegido pelo dono do chiqueiro. Afinal, amanhã pode ser ele...

Curiosamente, vejo em declarações anteriores de muitos senadores que isso seria feito pelo Presidente Bolsonaro, “o ditador”, que barraria a PF para não investigar seu filho “01”, Flávio.

Houve também declarações no “Ninho ao Lado” que falavam da possível interferência do Presidente da República na Polícia Federal e em suas investigações; cujo motivo foi até usado para não deixar que o Presidente Bolsonaro exercesse sua prerrogativa de escolher um Ministro.

O maior problema hoje em Brasília é que depois das eleições de 2018 foram colocados telhados de vidros nos prédios dos poderes; com isso a brincadeira que vinha sendo feita antes, durante tantos anos de atirarem pedras nas casas uns dos outros...Pode virar coisa séria.

Foi dada a largada para mais uma vez rasgarem a Constituição. O “Herói protetor” de investigados da casa chegou!

Claiton Appel - Jornalista. Diretor da Ordem dos Jornalistas do Brasil.