Imprimir
Categoria: Política interna
Acessos: 332

Bolsonaro sai em defesa do general Pazuello - RENOVA Mídia

Complicou ? Chama o Exercito. Há mais de uma semana os hospitais do RS e de SC estão sem analgésicos e sedativos, extremamente necessários quando se usa os respiradores.
 Os estoques nos fornecedores foram a zero e quem ainda tinha colocou o preço nas alturas.
Então, aquele General, que está Ministro da Saúde, entrou em negociação com o governo do Uruguai e resolveu rapidamente o problema. Ontem o 3° B Sup, aqui de Nova Santa Rita, mandou um caminhão mega baú, verde oliva, e alguns militares, até o porto seco  da cidade uruguaia de Rio Branco, separada da cidade brasileira de Jaguarão ( onde nasceram meus avós maternos ) pelo rio do mesmo nome.


Lá , os militares conferiram 55 mil caixas de analgésicos e sedativos vendidos pelo governo uruguaio e colocaram tudo no bausão do caminhão ( ou no baú do caminhaozão ,como acharem melhor ) e por volta das 13 horas iniciaram a viagem para o quartel, onde deverão chegar daqui a 30 ou 40 minutos.

Amanhã, com muita presteza, 40 mil embalagens serão entregues aos hospitais gaúchos e o restante aos de SC. É importante observar que não houve licitação, que a verba não foi entregue aos Governadores, que nenhum político participou do evento, que não houve alarde e que toda o operação foi e está sendo executada por militares, não existindo , portanto, desvio de material ou entrega de material a privilegiados políticos.

E acabo de assistir os noticiários locais da TV filiada à Rede Globo : nem uma palavra. É por isto e por outras que o Bolsonaro só leva porrada. E é aí que devemos externar o nosso apoio e a nossa aprovação ao governo (com militares demais, segundo a midialixo), divulgando ao máximo estas atitudes, já que a midialixo se omite.

É compreensível toda esta pressão contra o  General que está Ministro da Saúde, pois nos governos do sapo barbudo e da guerrilheira foram desviados 240 bilhões de reais deste ministério.