Estudo do Exército sobre o Covid-19 endossa posição de BOLSONARO sobre trabalhador informal e propõe inúmeras sugestões
05/04/2020 às 20:52
No estudo divulgado pelo Centro de Estudos Estratégicos do Exército Brasileiro vários trechos coincidem bastante com as colocações atuais do presidente da Republica.
O material diz que países que tem praticado políticas menos isolacionistas tem obtido resultados melhores, diz ainda que um dos grandes obstáculos é alcançar o consenso entre as lideranças politicas.

{jcomments on}

Devido a repercussão instantânea da publicação, a instituição publicou nota avisando que o material não expressa a opinião oficial da força terrestre.

“O dilema entre salvar vidas ou manter a atividade econômica, que se apresenta nesse momento de crise, é apenas aparente, pois, para preservar vidas, são necessários meios em pessoal, material e instalações“, diz o texto.
No estudo sugere-se ainda que o presidente deve assumir uma liderança organizacional em nível nacional. atuando como protagonista, que há urgência em se decidir sobre qual linha adotar em nível nacional em relação a crise em andamento e que os trabalhadores informais de fato podem ser duramente impactados. Aponta ainda o texto que de acordo com as observações já realizadas – clima seco e frio favorecem a contaminação – estados mais ao SUL podem ter um aumento de casos logo no início do inverno.

Outro trecho deixa bem claro que os cenários mais pessimistas para o Brasil até o momento não se confirmaram. O estudo diz ainda que seria prematuro inferir que as características climáticas e geográficas do Brasil podem retardar a contaminação.

Comments powered by CComment