Resultado de imagem para Imagens do assassinato do Delegadado Dr Octavio gonçalves  moreira junior imagensDr Octávio  Gonçalves  Moreira Júnior. assassinado traiçoeiramente pelas costas em  25/02/1973

25/02/73 – Octávio Gonçalves Moreira Júnior (Delegado de polícia – São Paulo)

Com a tentativa de intimidar os integrantes dos órgãos de repressão, um “Tribunal Popular Revolucionário” decidiu “justiçar” um membro do DOI/CODI/II Exército.

{jcomments on}O escolhido foi o delegado de polícia, Dr. Octávio Gonçalves Moreira Júnior que viajava, seguidamente de São Paulo para o Rio de Janeiro, onde estava noivo ..

O levantamento de sua vida no Rio de Janeiro foi feito pela terrorista Bete Chachamovitz, da ALN, que repassava todos os dados para um comando terrorista chamado “Getúlio de Oliveira Cabral”.

No início de fevereiro de 1973, Bete concluiu o seu trabalho.

No dia 23/02/73, o Dr. Octávio viajou de São Paulo para o Rio de Janeiro e Bete avisou o comando terrorista da chegada do delegado. Ficou decidido que iriam executá-lo no dia seguinte.

No domingo, dia 25, o Dr. Octávio foi à praia em Copacabana, e depois almoçou com um amigo. Quando voltava do almoço, Bete fez o reconhecimento visual do delegado e o apontou para os seus assassinos que se encontravam num automóvel estacionado na esquina da Avenida Atlântica com a rua República do Peru.

Do carro saltaram três terroristas. Um deles trazia uma esteira de praia, enrolada debaixo do braço. Dentro da esteira uma carabina calibre 12.

Um dos assassinos deu o primeiro tiro nas costas, derrubando-o e atirando-o a alguns metros de distância. Um segundo atirou perfurando seu pulso direito e enquanto que o terceiro assassino aproximou-se e deu-lhe dois tiros no rosto com uma pistola 9mm.

O Dr. Octávio morreu instantaneamente.

O comando terrorista seguiu à risca o ensinamento do manual de Carlos Marighela que afirma: “guerrilheiros não matam por raiva, nem por impulso, pressa ou improvisação. Matam com naturalidade. Não interessa o cadáver, mas seu impacto sobre o público”.

O comando terrorista que assassinou o Dr. Octávio estava assim constituído:

· Bete Chachamovitz – ALN;

· Tomaz Antônio da Silva Meirelles Netto(“Luiz”) – ALN;

· Merival Araújo(“Zé”) – ALN( família indenizada);

· Flávio Augusto Neves Leão Salles(“Rogério”) – ALN;

· José Carlos da Costa(“Baiano”) – VAR-PALMARES;

· James Allen Luz(“Ciro”) – VAR PALMARES;

· Ramires Maranhão do Vale(“Adalberto”) – PCBR;

· Ranúsia Alves Rodrigues(“Florinda”) – PCBR( família indenizada);

Comments powered by CComment