Eu acredito no Brasil! - Manifestações em várias partes do Brasil contra o STF
Jornal do Brasil - 10/11/2019 às 16:32
Peço desculpas aos pessimistas ou àqueles que torcem contra. Eu acredito!
Acredito porque um país não é feito por heróis ou vilões. É feito de gente comum. Gente como eu e você, que não aparece na TV. Não é feito pelos políticos, mas pelos trabalhadores, estudantes, mães, pais e filhos..



Então, acredito no Brasil porque acredito no nosso povo. O brasileiro é um povo essencialmente conservador e justo. Se existem aproveitadores e malandros, existem muito mais pessoas boas, corretas, que só querem uma vida honesta. Somos um povo de princípios e fé. Ainda que os maus se destaquem, os bons são a maioria.

E é por isso que eu me recuso a desistir, a dizer que não tem mais jeito, a pedir qualquer solução extrema. É por isso que não tenho medo de um bandido e seus seguidores. É por isso que não espero um "salvador da pátria". EU CONFIO NOS BRASILEIROS, portanto confio na DEMOCRACIA.

Erramos muito! É um fato. Mas é errando que se aprende. Somos um país jovem, ainda inexperiente, trilhando seu próprio caminho. Estamos, no nosso tempo, escrevendo a nossa história.

Sei que muitos estão desesperados e, por isso, apoiam medidas também desesperadas. NÃO PRECISA! Mesmo se não confiarmos em ninguém, ainda podemos confiar em nós mesmos e em nossas famílias. Somos nós, afinal, que fazemos esse país.

Enquanto, então, se as pessoas ainda tiverem senso de justiça e capacidade de indignação, NÃO PRECISAMOS DE "HERÓIS". Quem quiser um herói, olhe para o lado. Somos cercados deles. Heróis anônimos, do dia a dia, alguns fardados, outros de jaleco, outros de uniforme ou de roupa comum, com PLENA CAPACIDADE de levar o Brasil para onde queremos.

Quando tivemos consciência do que somos, ninguém mais nos assusta.

Não é fácil. Não disse isso. Mas é possível.

"A coisa mais extraordinária do mundo é um homem comum, uma mulher comum e seus filhos comuns." (CHESTERTON, Gilbert K.)

Felipe Fiamenghi
O Brasil não é para amadores.


O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Adicionar comentário