Em 03/09/2007 fizemos uma máteria explicando como funcionava o site  www.averdadesufocada.com motivados por uma matéria publicada no jornal Estado de São Paulo que atribuia ao Coronel Ustra os textos aqui publicados. O momento em que alcançamos dois milhões de visitantes, lembramos tudo pelo que passamos, todas as horas de trabalho e aproveitamos para agradecer a todos os autores dos textos, pela contribuição que estão dando a nação. Somos pessoas comuns fazendo um pouquinho a cada dia, um tijolo após o outro, como qualquer edifício de qualquer tamanho. Você que nos lê, faz parte dessa torre, é o nosso cimento, nossa motivação e nosso orgulho.
Parabéns de coração.
 

13/09/2007

     Coronel Ustra expõe em site textos contra Jobim, escrita por Fabíola Salvador , na qual a repórter diz que o site www.averdadesufocada.com é organizado pelo coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra. Queremos informar aos nossos prezados visitantes que o site não é organizado pelo Coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra. Diretamente, somos dois civis. Indiretamente, poucas dezenas de pessoas estão sempre em busca ou escrevendo matérias para o site. E como Webmaster, conto um pouco mais de como isso tudo começou:
 

Sobre a contra-revolução de 1964

     O período me era obscuro, afinal não vivi aqueles tempos; há pouco alcancei a minha terceira década de vida; nunca participei de movimentos políticos; já estive em três universidades; prestei o serviço militar normalmente(R/2) e jamais alguém me explicou direito como as coisas tinham acontecido.


     O livro

     Após conversar sobre isso com o amigo, Luiz Mergulhão, recebi de suas mãos, o livro "A Verdade Sufocada". Depois da entrega ele disse:


     - Prepare-se, a vida perderá um pouco da graça se você conseguir chegar ao final dele. Afinal, não é nada prazeiroso descobrir que muito do que você escutou são inverdades.


     Cheguei ao final do livro, após um mês de leituras noturnas e realmente creio nunca mais ser o mesmo. A ignorância as vezes é uma dádiva, mas a omissão além de crime é um pecado.   Isso não poderia ficar assim, as pessoas tinham que saber sobre a verdadeira história da nossa nação. Perdi o sono, conversei com as pessoas, fiquei agitado, triste e magoado.

     O Site

     Consegui o email do senhor USTRA e informei-lhe que estaria dando um site inteiro de GRAÇA, pois essa história não poderia ficar oculta. Ele recusou. Fui insistente nas semanas seguintes. Tentei através da senhora Joseíta Ustra (exemplo de mãe, que me impressionou pela sua coragem em algumas passagens do livro). Ela pareceu mais receptiva. Finalmente fizemos um acordo:


     As regras

     Eu colocaria somente materias que estivessem dentro do contexto, e o mesmo ficaria a vontade para colocar suas matérias e até solicitar a retirada das que não concordasse ou que fossem muito agressiva (foram muitas), isso mesmo, o Ustra é mais pacífico que todos nós, talvez seja a imprudência da juventude, porém o mais importante é que, contrariando-o, fazemos com que sua vontade seja soberana. Afinal ele é o homenageado.

     A rotina

     As matérias são enviadas para meu email todos os dias e ao chegar em casa a noite, após a faculdade, após confraternizar com a família, elas vão ao ar. Tarde, isso mesmo, sempre entre 23:00 e 2:30 da manhã, entre duas a três horas por dia de trabalho as matérias vão acontecendo. O que mais alonga esse tempo são as imagens que sempre tento criar com similaridade ao contexto.


     A remuneração

     O Ustra bem que tentou, mas não conseguiu ! Declinamos continuamente. Ele mensalmente tenta, eventualmente usa de outros artifícios com êxito... temos resistido bem em nossa trincheira.


     Como ajudar

     Ajude lendo o livro e divulgando a história que muitos não querem que o Brasil conheça.

     "É isso aí, pessoal. Sou um pessoa comum, casado, pai de família, caseiro, presbisteriano, surfista, estudante e acima de tudo, um brasileiro que desde miúdo não deixa de se emocionar com o hino nacional e os desfiles de sete de setembro."
Adicionar comentário