Para Recordar

É o extrato do vídeo (apenas 7 minutos) do programa da Gobo News. A Míriam Leitão ganhou um prêmio internacional pelo programa, que foi ao ar no início de março de 2012.

Ela editou e não colocou o questionamento que lhe fiz, para ver até onde ela condenava a tortura por convicção.

Eu perguntei: "Se o seu neto fosse sequestrado e a polícia prendesse um dos sequestradores? Você concordaria que a polícia o torturasse para descobrir o cativeiro?" Ela cristalizou e emudeceu. Cobrei uma resposta, dizendo-lhe havia titubeado.

Sabem o que ela respondeu? Que era eu quem estava sendo entrevistado e não ela. Covarde!!!

Anos depois a produtora do filho dela me telefonou pedindo uma entrevista com ele. Disse que o filho da Míriam vira o programa de 2012 e estava lançando um livro sobre a atuação dos seus pais na luta armada. Depois de tudo combinado e confirmado, fizeram contato comigo na véspera, cancelando a entrevista do dia seguinte e me colocando à vontade para desistir. Respondi que continuava à disposição, mas eles nunca mais me contataram.

Gen Rocha Paiva

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar