31/05/68 – AILTON DE OLIVEIRA          (Guarda Penitenciário - RJ
Postado por Azamba74 - 
Observação do site www.averdadesufocada.com: Um dos principais líderes do Movimento Armado Revolucionário era Flavio Tavares.Leia mais no Livro A verdade Sufocada - página 236 - 13ª  edição - capítulo "Os meninos de Flávio Tavares"
O Movimento Armado Revolucionário (MAR) montou uma ação para libertar nove de seus membros que cumpriam pena na Penitenciária Lemos de Brito (RJ) e que uma vez libertados deveriam seguir para região de Conceição de Jacareí, onde o MAR pretendia estabelecer  um embrião de um foco guerrilheiro.
 
 
"Um desses prisioneiros era o ex-marinheiro Marco Antônio da Silva Lima, que havia realizado curso de guerrilha em Cuba e era obsecado pelas idéias da 1ª Conferência da OLAS, em Havana. Para as esquerdas, mesmo no presídio, a idéia principal para a derrubada do governo era o foco guerrilheiro." ( A Verdade Sufocada - A história que a esquerda não quer que o Brasil conheça) Dando prosseguimento ao plano, que tinha como um dos líderes o jornalista Flávio Tavares, no dia 26/05/69 o estagiário Júlio César entregou à funcionária da penitenciária Naterça Passos, dentro de um pacote, três revólveres calibre 38 que seriam usados pelos detentos durante a fuga. Às 17:30 horas os subversivos, ao iniciarem a fuga foram surpreendidos pelos guardas penitenciários Ailton de Oliveira e Jorge Félix Barbosa. Os guardas foram feridos pelos presos em fuga, sendo que Ailton de Oliveira veio a falecer cinco dias depois, em 31/05/68. 
 
Ainda ficou gravemente ferido o funcionário da Light, João Dias Pereira que se encontrava na calçada da penitenciária. 
O autor dos disparos que atingiram o guarda Ailton foi o terrorista Avelino Bione Capitani
 (transcrito de averdadesufocada.com)
Adicionar comentário