Participe da Pesquisa clicando AQUI

Se temos hoje uma democracia, devemos à contra revolução de 1964.

Não ??defendo a tortura, mas só quem não leu um pouco de historia, desconhece que em qualquer guerra, infelizmente ela existe .

?Se o Cel Ustra comandou um órgão de repressão onde houve tortura, não foi condenado por esse crime.

Bolsonaro não precisava homenageá-lo naquele momento?, mas não representou um crime. 

Observação do site www.averdadesufocada.com:  Porque os partidos comunistas podem citar terroristas como Marighela, Luiz Carlos Prestes, Lamarca e vários outros que difundiram entre os jovens o ódio, o terror e  o caos no país e os que os combateram, não podem ser citados ?

Marighela, o ideólogo do terror , foi o autor do Minimanual do Guerrilheiro, difundido e traduzido em mais de uma centena de países.

Leia trechos do manual:

“...  não matam com raiva: esse é o sexto dos sete pecados capitais contra os quais adverte expressamente o Minimanual  de Guerrilha Urbana de Carlos Marighela, a cartilha –padrão do terrorista .
Tão pouco matam por impulso: pressa e improvisação, o quinto e o sétimo pecado da lista de Marighela. Matam com naturalidade, pois essa é “a única razão de ser um guerrilheiro urbano”, segundo   reza a cartilha. O que importa não é a identidade do cadáver, mas seu impacto sob o público,”

“...em primeiro lugar, escreveu Marighela , o guerrilheiro urbano precisa usar a violência revolucionária para identificar-se com causas populares e assim conseguir uma base popular.
Depois:

O governo não tem alternativa exceto intensificar a repressão
As batidas policiais, busca em residências, prisões de pessoas inocentes , tornam a vida na cidade insuportável
O sentimento geral é de que o governo é injusto, incapaz de solucionar problemas e recorre pura e simplesmente à liquidação física de seus opositores.” 

Comments powered by CComment