Gen Villas Bôas diz que o Exército vai cumprir a Constituição.
Nós, da Verdade Sufocada , temos certeza disso!...

Crise é econômica, política e ética, diz comandante do Exército
General Villas Bôas diz que o Exército vai cumprir a Constituição
Folha de São Paulo
Em vídeo divulgado nas redes sociais, o comandante-geral do Exército, Eduardo Villas Bôas, declarou que o Brasil atravessa uma crise econômica, ética e política. Sem citar palavras como impeachment ou golpe, ele adiantou apenas que o Exército vai obedecer à Constituição. As declarações ocorrem no momento em que crescem os protestos nas ruas, com grupos pedindo a deposição da presidente Dilma Rousseff, outros saindo em defesa da manutenção da petista no cargo e alguns defendendo a volta dos militares ao poder.
“Estamos participando, vivendo e sofrendo as consequências dessa crise, que tem três componentes importantes: o componente político, o componente econômico e um componente ético-moral, e os três estão interligados”, afirmou Villas Bôas.

 

Ele elencou a manutenção da estabilidade, a legalidade e a legitimidade como os três pilares que norteiam o papel do Exército, como “instituição do Estado”.

“Toda e qualquer atitude nossa será absolutamente respaldada no que os dispositivos legais estabelecem, desde a Constituição até as leis complementares[…], e sempre condicionado ao acionamento de um dos poderes da República”, afirmou o comandante.

O general pregou, no vídeo em que esclarece qual a percepção do Exército” diante das manifestações, que o país deve “reencontrar o sentido de projeto e restabelecer a sua ideologia de desenvolvimento”. Ele finaliza a entrevista institucional com discurso otimista.

“Temos certeza de que é uma questão de tempo, e o Brasil terá condições, sim, de reverter essa situação e reencontrar o seu caminho do desenvolvimento, porque o Brasil é um país que tem grandes responsabilidades internacionais”, declarou Villas Bôas.

Comentários  
#57 Valdeke Silva 23-04-2016 22:01
Os que tem sede de sangue devem estar frustrados com esta postura do Exército Brasileiro. Precisamos de paz para podermos trabalhar e gerar riquezas para o nosso país, e não de guerra civil como vemos em alguns países que estão se esfacelando. Os comandantes militares estão cientes disso. Parabéns ao Gen. Villas Bôas. Brasil acima de tudo!
#56 EDSON DA SILVA FARIA 04-04-2016 16:57
Sou militar da reserva e cumpre as Forças Armadas ser a Guardiã de nossa Constituição Federal - 1988. Guardar as nossas Fronteiras e trazer o equilíbrio social de nossos irmãos. Elas não estão subordinadas a partidos politicos.
..."OU FICAR A PÁTRIA LIVRE OU MORRER PELO BRASIL'... A NOSSA BANDEIRA É VERDE, AMARELA AZUL E BRANCA E NUNCA SERÁ COLOCADO ESTE VERMELHO CORRUPTO NELA. DEUS ACIMA DE TUDO, PÁTRIA - FAMÍLA.
#55 Vinícius 29-03-2016 22:43
Se forem esperar a população clamar por INTERVENÇÃO estaremos ferrados, a imbecialização da sociedade é tamanha que chega a dar medo em nós; intervencionist as que sabemos da maior parte dessa verdade escondida...
#54 Cláudio da C. Mattos 29-03-2016 17:37
É ambíguo o pronunciamento do Cmt do Ex, como o foi em anteriores. Não sei se está falando s/a situação legal do governo, a quem defenderá, a qualquer custo, ou se refere aos atos criminosos desse governo. Mas, se fosse este caso, atitudes efetivas já teriam sido realizadas. Esperar o quê ? Que o Foro de São Paulo, o PT e seus "capos" arrasem o país? ?
Citando sarkis ferreira abda:
:-) ;-)

Citando sarkis ferreira abda:
:lol:

em de vez o país ?
#53 Júlio 29-03-2016 13:36
Gostaríamos é de uma intervenção militar
Mais lhes falta coragem pra isso já estamos cansados de ver vcs trabalham contra dengue e é outros serviços regidos pelo governo para encher linguiça!!!
Tomem postura e posicionamento diante desse desgoverno.
Salve aos comandos de coragem
Salve o Brasil!!!
#52 Francisco Cioffi 29-03-2016 11:09
Diz o General "Toda e qualquer atitude nossa será...e sempre condicionado ao acionamento de um dos poderes da República"
Pois bem, vamos ver quem vai ter que acionar as FFAAs para conter a instabilidade político social após o day after de Dilma. O Presidente Temer ?
#51 Maury Cesar 29-03-2016 09:26
QUEM VAI SOBRAR PARA FECHAR AS PORTAS DO PLANALTO, QUANDO ACABAR ESSAS INVESTIGAÇÕES VAI FALTA CADEIA. :-x :-x :-x
#50 Maury Cesar 29-03-2016 09:22
Creio que os poderes militares tem que engrossar a voz, esse negocio de nao vai ter golpe no governo e a sociedade vive levando golpe de tanta falta de moral, ate quando vamos ficar passivo nesse pais, ta na hora de um basta e colocar gente dessente no poder, isso virou uma palhaçada esse brasilzinho...
#49 Vanderlei 28-03-2016 20:13
Eu sou a favor a intervenção militar urgente ,para tirar esses bando de ladrão que rouba a pátria eles não merecem governar .
#48 CarlosI.S.Azambuja 28-03-2016 16:51
Os comandos militares estão muito burocratizados. enquanto isso o país está sendo transformado em um esgoto!
#47 sarkis ferreira abda 28-03-2016 14:48
ispero um brasil honde todos possa ter oque comer e sauder educaçao seguransa lazer enprego projove !
#46 sarkis ferreira abda 28-03-2016 14:37
intervençao e o que o brasil que!
#45 sarkis ferreira abda 28-03-2016 14:35
:P :roll: :sigh:
#44 sarkis ferreira abda 28-03-2016 14:34
:eek:
#43 sarkis ferreira abda 28-03-2016 14:34
:o
#42 sarkis ferreira abda 28-03-2016 14:33
:cry:
#41 sarkis ferreira abda 28-03-2016 14:32
:-* :sad:
#40 sarkis ferreira abda 28-03-2016 14:32
:-|
#39 sarkis ferreira abda 28-03-2016 14:31
:-) ;-)
#38 sarkis ferreira abda 28-03-2016 14:29
:lol:
#37 sarkis ferreira abda 28-03-2016 14:29
:D
#36 sarkis ferreira abda 28-03-2016 14:27
obrazil pede que o exesito prenda os politico corrupito e que o brasil volte paz e ajustisa!
#35 sarkis ferreira abda 28-03-2016 14:18
:-x
#34 sarkis ferreira abda 28-03-2016 14:16
intervençao ja!
#33 o brigado general!sa 28-03-2016 14:12
esperro um pais melho com mais enprego saude securasa transporte educaçao direito asistensia sosial :lol:
#32 King ARTHUR 27-03-2016 23:49
Não há dúvidas que as FFAA agem dentro da LEI, da ORDEM (LEGALIDADE) e no DEVER (cumprimento e respeito) que a Constituição define. A presidente e todos os seus supletnes, cometeram GRAVES CRIMES DE ESTADO e por isso, não mais detém o comando das FFAA. Vejam as bases legais para a Intervenção:Militar.https://youtu.be/CNCZZX8bpoU

Porém, FHC protocolou na ONU, um documento que autoriza o uso da OTAM contra as FFAA, caso elas ajam sem o APOIO POPULAR. E por isso, precisamos do povo nas ruas para legitimar essa ação.Respondend o dúvidas sobre a Intervenção Militar e outros, após 13/03/2016:
https://youtu.be/DhKmLnnc_jE
#31 DOURIVAL SILVA MELGA 27-03-2016 22:29
:sad: O povo exige que vcs cumpram como em 1964 , esses que estão no poder dilapidando e saqueando o Brasil ,são os mesmos que vcs trouxeram de volta com a abertura . esta na hora de vcs darem um basta e serem a favor do povo que esta sofrendo nas mãos deste usurpadores do dinheiro do povo. ass: At.Melgaço.
#30 Garivaldino Ferraz 27-03-2016 22:06
Cagaço (desculpe-me o termo chulo, mas comum entre militares) justificado. Passamos trinta anos sendo achincalhados, humilhados, caluniados, "esculachados", sem que ninguém se dignasse a nos defender (e ninguém melhor que a Senhora sofreu isso que relato aqui). Acredito que os militares continuarão a sofres, com o resto da sociedade, as atuais patifarias, até que a própria sociedade resolva fazer a faxina que se faz necessária.
#29 fatima 27-03-2016 21:53
que venha logo a Ordem e o Progresso novamente , pois , ja nao aguentamos mais tanta anarquia e retrocessos , S E L V A .......A Ç O ooooooo
#28 ESDRAS A. FELÍCIO 27-03-2016 20:15
Já está mais do que na hora que os generais tomem uma atitude para LIMPAR O PAÍS.
Governo civil só fez roubar e mentir. Que tenhamos um governo MILITAR então e que os fardados sejam eleitos PELO POVO, em eleições democráticas e obviamente com todos os civis e militares votando livremente e sem obrigações.
Que tenhamos segurança nas ruas com soldados já que desta forma, estarão sempre em ação defendendo o povo e o patrimônio público e privado.
E que cada candidato eleito assine termo de compromisso com a LEI e a CONSTITUIÇÃO, bem como um contrato em que o obrigue à cumprir promessas de campanha. Caso não cumpra, seja automaticamente destituído do cargo, seja qual for e substituído por um novo candidato ( vice ) ou nova escolha popular direta.
Caso pratique qualquer atividade ilícita, comprovada esta, que seja julgado, e sendo culpado, CONDENADO.
Adicionar comentário