Por Ari Cunha em sua coluna "visto, lido e ouvido" no Correio Braziliense.
Adicionar comentário