Imprimir
Categoria: Diversos
Acessos: 2789

Contra votos do PT e do PSol, o deputado gaúcho Onix Lorenzoni aprova na Câmara nova lei que torna crime hediondo qualquer ataque a policiais e seus familiares
O plenário da Câmara dos Deputados aprovou esta manhã (26/03/2015) a emenda que o deputado gaúcho Onyx Lorenzoni, DEM, conseguiu emplacar no projeto de lei 3131/2008, agravando muito os crimes cometidos contra policiais civis e militares, bem como a agentes penitenciários.

O deputado passou a informação há pouco por Whats App.

Agora, conforme o projeto, assassinos ou lesões corporais praticadas contra os agentes da lei serão considerados crimes hediondos. A proposta de Onyx ampliou o novo gravame para seus parentes até terceiro grau, o que inclui mulher, marido, filhos, pais, tios e até primos. Os ataques a eles também serão considerados crimes hediondos, o que agravará de modo geométrico as penas dos bandidos.

Como se sabe, parentes de policiais e agentes penitenciários têm sido atacados como forma de obter vingança e intimidar os agentes da lei.

O PT lutou bravamente contra os policiais militares e civis, tentando rejeitar a emenda.

Ao lado do PT, também o PSOL afinou o discurso contra maior proteção aos agentes da lei.

A nova lei foi aprovada por 215 x 100.