Por Fábio Pereira Ribeiro
Literalmente já perdemos a Amazônia. A letargia do governo brasileiro, e a falta de preocupação da Nação para as questões de meio ambiente e dos problemas da Amazônia demonstram que já perdemos a riqueza que ela é.
 
 

Texto completo

No último relatório da Agência Brasileira de Inteligência (ABIN) a atuação do milionário sueco, Johan Eliash, demonstra que investidores e empresas estrangeiras, através de ONG’s estão literalmente comprando terras na Amazônia, principalmente em locais com grande diversidade ambiental e mineral, incluindo grandes depósitos de ouro e outros minerais, como diamantes.

As regiões de Manicoré e Itacoatiara estão literalmente dominadas pela ONG inglesa do Sr. Eliash, e nesta área existe um grande pólo de produção de ouro, sem contar conhecimentos estratégicos de riqueza ambiental para produção de medicamentos.

Além destes recursos, existem uma quantidade muito grande de água pura, e uma quantidade grande de animais que possam ser utilizados como base para pesquisa medicinal para cura de doenças como câncer e AIDS.

O congresso brasileiro precisa estar atento a estas questões de forma urgente, pois estas ONG’s aproveitam lacunas na legislação, e a atuação destas ONG’s demonstram claramente ações de bio-espionagem sobre os recursos naturais do Brasil.

A ONG Cool Earth é a grande dominadora de terras da Amazônia brasileira e nós brasileiros estamos cada vez mais longe dos nossos recursos, e o impacto direto deste roubo é o pagamento de royalties para a indústria farmacêutica através das compras de remédios e outros produtos “seqüestrados” de nossa Amazônia.

Até quando estaremos vivenciando este roubo descarado. Até quando aceitaremos a invasão estrangeira, de forma desrespeitosa e também essa afronta à soberania nacional.

Fico imaginando se brasileiros tomassem para si áreas na França, nos Estados Unidos, na Inglaterra e na Suécia. Com certeza seriamos denunciados na ONU como agressores, ou até mesmo como terroristas.

Cada vez mais a atuação do serviço secreto brasileiro deve ser ampliado, pois o que mais temos em território nacional é a atuação de ONG’s que se faz de santos e na verdade são grandes bandidos e espiões que querem delapidar nosso patrimônio, e principalmente nossas riquezas ambientais.

Estas ONG’s são na verdade santos do pau oco, e nós brasileiros devemos estar atentos e proteger mais nossa Nação.


Fábio Pereira Ribeiro, Diretor de Bacharelados e Relações Internacionais da UNIMONTE, especialista em Política Internacional e Inteligência Estratégica, Doutorando em Política Internacional e professor de Inteligência da FECAP.

"É permitida a reprodução total ou parcial, desde que citada a fonte"

Fonte: www.inforel.org

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar