General da Reserva Luiz Eduardo Rocha Paiva
Ex-Comandante da Escola de Comando e Estado-Maior do Exército (Escola Marechal Castello Branco)
Hoje, fui vítima de um tsunami de dúvidas. Só queria que me esclarecessem algumas inquietações.
Se a moda pegasse, seria possível haver uma nova Comissão Nacional da Verdade (CNV)? Será que seu slogan seria: “CNV – o Retorno”? Se os seus membros fossem parciais e ela se tornasse facciosa em suas investigações, será que acabaria apelidada de "CNOV - o Retorno" (sendo "O" de omissão).
Será que a verdade a ser por ela investigada não seria sobre os escândalos do Mensalão e do Petrolão? Ou seja, a era PT?

Será que a “CNV – o Retorno” iria responsabilizar a "cadeia de comando" do Executivo nacional, da era PT, a exemplo do feito pela CNV recentemente concluída, que responsabilizou a liderança do regime militar por violações aos direitos humanos?

Seriam responsabilizadas as autoridades que ocuparam ou ainda ocupam cargos onde muitos têm motivos para duvidar que desconhecessem ou desconheçam os assaltos aos cofres públicos no Mensalão e no Petrolão? Haveria uma Política de Assalto aos Cofres Públicos e Apropriação Indébita de Impostos (PACPAII)? Esses assaltos seriam também uma Política de Estado para manter o poder, comprar alianças políticas e enriquecer companheiros?

O Mensalão chegou à sala vizinha à do então Presidente Lula e foi preso o seu Chefe da Casa Civil. Praticamente toda a cúpula do PT, partido do então Presidente, foi condenada. Lula não sabia de nada? A ex Ministra de Minas e Energia e ex Presidente do Conselho de Administração da Petrobras, depois Chefe da Casa Civil de Lula e hoje Presidente da República - Dilma Rousseff - também não teria sabido de nada do Mensalão ou do Petrolão ao longo de onze anos? Será que a “CNV – o Retorno” iria responsabiliza-los e à cúpula do Partido e outros membros desses dois governos, assim como a CNV fez com os Presidentes Militares e a cadeia de comando das Forças Armadas? Seria ou não uma questão de coerência com a jurisprudência criada pela atual CNV ou esta seria apenas uma nefasta jurisprudência ideológica e facciosa?

Comments powered by CComment