Direto ao Ponto - Por Augusto Nunes
Resumo do debate na Band: um homem com jeito de presidente e uma mulher com cara de quem espera a ordem de despejo
Aécio Neves é articulado e trata a língua portuguesa com o merecido carinho. A presidente que fala dilmês tortura a gramática, espanca a ortografia e é uma usina de frases incompletas, desconexas ou ininteligíveis.
Aécio tem a cabeça em ordem. Dilma tem um cérebro baldio.
Aécio sorri e está de bem com a vida. Dilma não desfaz a carranca e detesta o que vê no espelho quando acorda.
Aécio é rápido no raciocínio. Dilma não entende a piada.
Aécio promete fazer em escala ampliada o que fez em Minas. Dilma promete fazer o que nunca fez em outros cargos e poderia ter feito nos últimos quatro anos.
Aécio, político honrado, ataca de peito aberto a corrupção institucionalizada pelos farsantes no poder. Dilma, chefe do governo mais corrupto da história, finge que jamais tolerou a ladroagem que sempre protegeu, e que ela chama de malfeito.
Aécio diz o que pensa. Dilma recita o que Lula e o marqueteiro ordenam.
Quem assistiu ao debate na Band viu um homem com jeito de futuro presidente e uma mulher com cara de quem será demitida pelas urnas.

Comments powered by CComment

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar