Caros amigos, vejam só que absurdo, para não dizer outra coisa, de quem não tem ou não quer fazer nada de útil para justificar o  salário que recebe! Grandes idiotas do MPF a serviço do desgoverno Lulabá!!!

 

 

 

 

 

Texto completo

Dizer que o Exército é responsável pelo sigilo indevido de documentos  e pedir que ex-chefes sejam pessoalmente responsabilizados por tortura, mortes e desaparecimentos é, no mínimo uma brincadeira de maus caráteres. O Brasil todo sabe que os arquivos não foram abertos por decisão dos governos pós-militares! Que palhaçada é esta? Estão tentando criar um fato novo para desviar a atenção do assunto que realmente interessa: a entrega de parte significativa do patrimônio e da soberania nacional à ameaça dos interesses estrangeiros. Estariam também estes idiotas na folha de pagamento dos globalistas que querem nos roubar o território?? É de se deconfiar!

Além disso, é muito oportuna a ação destes vendilhões, no momento em que a sociedade, ávida de seriedade e patriotismo no trato de coisa pública, recebe do Exército Brasileiro uma injeção de esperança, representada pelas falas do Gen Heleno em nome do Comando e do Alto Comando da Força, alertando a opinião pública para o risco de doação fraudulenta do patrimônio nacional, inaugurando nova fase nas relações do segmento responsável pela segurança nacional com a sociedade a que pertence. É este o fato que estes idiotas querem acobertar com esta pirotecnia circense!!! 
 

Vejam bem que a ação do MPF busca aplicar no Brasil conceitos da Organização das Nações Unidas em relação a autores de "crimes contra a humanidade", justamente a organização internacionalista que serve de testa de ferro aos interesses do capital globalista da nova ordem mundial!!. É lógico que estão a soldo do estrangeiro!


Os pândegos imaginam que é "dever" das Forças Armadas revelar os nomes de todas as "vítimas" e tornar públicos todos os documentos relacionados ao funcionamento da repressão em S Paulo. O dever é do governo mentiroso e corrupto do tal do PT!!! Por que não abrem os arquivos da ABIN? Está tudo lá, só depende de decisão política para escancarar a verdade, coisa, aliás que causa urticária no presidente e em seus capangas, agora apoiados por estes desocupados do MPF.


Causa-me frouxos de riso a idéia de culpar militares pelos custos das indenizações (investimentos) milionários pagas às famílias de "vítimas da ditadura". Acabam de achar um bode expiatório para justificar e repor o desfalque!! É realmente de matar de rir!!  Se eu morrer de rir minha família vai processá-los e pedir, também, uma indenização milionária!!! Aguardem!!!


Outra coisa hilária é Imaginar que alguém, em sã consciência e honesto por berço e formação, iria importar-se com a condenação de não mais exercer função pública no Brasil de Lula da Silva e sua quadrilha! Quem pensam que são estes artistas do humor negro?


Os procuradores da República  que assinam a ação, imaginam que a passagem institucional de um governo de salvação institucional, como foram os do período militar, para um outro, tido como democrático, mas que na verdade é demagogo, desonesto e corrupto, não é suficiente para reconciliar a sociedade, mas acreditam que é válido e honesto voltar os olhos da sociedade para o passado afim de sepultar as violações a direitos humanos ocorridos diariamente no bojo de conchavos e apropriações indébitas do dinheiro público e de comprometimento da soberania, da integridade e do patrimônio nacionais em benefício de mega-empresários estrangeiros e dos bolsos dos espertos investidores das bolsas de indenizações imorais!!!


Que se apliquem os princípios da justiça transicional, que se esclareça a verdade e que se abram todos os arquivos da ABIN, TODOS!!!! E que se realize a justiça de uma vez por todas, responsabilizando os violadores dos direitos e dos recursos dos cidadãos e a reparação da sociedade esbulhada por impostos abusivos usados para a compra dos votos dos miseráveis esfomeados e dos ricos magnatas corruptos do congresso, como está mais do que provado!


Certamente, somente com a aplicação desses três princípios - verdade, justiça e reparação - alcança-se o objetivo da não-repetição dos atos de canalhice e corrupção que grassam diuturnamente nas barbas do MPF, sem que nada de efetivo e eficaz seja feito ou, pelo menos, denunciado.


As medidas de justiça transicional propostas pelo MPF deveriam ser aplicadas para prevenir a ocorrência de regimes corruptos e demagogos, de forma a mostrar à sociedade que estes tipos de crimes não podem ficar impunes. A impunidade  é um estímulo aos ladrões do presente.


Finalmente, cabe ressaltar que apesar do elevado gasto com indenizações pagas pela União e por vários estados da federação, nenhuma ação regressiva foi intentada contra os agentes ou funcionários causadores destes desfalques do dinheiro público!


Cubram o MPF com uma lona e passem a cobrar ingresso para o espetáculo da palhaçada, quem sabe assim haja alguma lógica ou alguma vantagem no uso destas vocações humorísticas para o bem da sociedade brasileira.


Abraço


PChagas

Adicionar comentário