Imprimir
Categoria: Luta armada
Acessos: 1797

 Opinião – O Globo – 17/07/14 

"ACONSELHA-SE a consultar histórias dramáticas ocorridas na Europa, há mais de 35 anos. principalmente em Alemanha e Itália, sobre grupos de jovens que radicalizaram a tal ponto a atuação política que desembocaram no terrorismo, com a prática de assassinatos e atentados. 

NA AMÉRICA Latina, há casos semelhantes, com o meio universitário fornecendo mão de obra criminosa a organizações violentas. O sanguinário Sendero Luminoso, falange maoísta peruana, é um deles. 

POR ESTA perspectiva. é nada animador o noticiário acerca de investigações da polícia sobre black blocs e assemelhados. Até uma bomba, segundo agentes da Delegacia da Repressão a Crimes de Informática (DRCI), foi encontrada na  casa de ativistas. Um deles, a professora da Filosofia, na UERJ, Camila Jourdan. 

SOMADO AO avanço agressivo de organizações ditas sociais, aliadas do governo federal, isso é um mau sinal."

Observação do site www.averdadesufocada.com : Omitiram a historia recente do Brasil, como sempre. Nas décadas de 60 e 70, os nossos estudantes do segundo grau e universitários também formaram organizações terroristas e baseados nos ensinamentos de Marighela forneceram mão de obra terrorista para assaltos, sequestros, assassinatos e atentados a bomba.