01/07/14 -  polícia diz que morte de Malhães não foi planejada
A Polícia Civil do Rio de Janeiro concluiu o inquérito no qual afirma que a morte do coronel reformado do Exército Paulo Malhães não foi premeditada. Na manhã de ontem, foram presos em Belford Roxo mais dois envolvidos no caso. As informações são do jornal Folha de S.Paulo.
Irmão de caseiro envolvido na morte de Malhães é preso no RJ
Malhães morreu em 25 de abril em Nova Iguaçu (RJ) após ter seu sítio invadido por Rodrigo Teles e Anderson Pires Teles, irmãos do caseiro Rogério Teles. Os três estão presos. Detidos nesta segunda, Maicon José Candido e Alex Sandro de Lima, casados com as irmãs dos Pires, vão responder por roubo qualificado.
Segundo o delegado Pedro Medina, a motivação do crime foi latrocínio, já que o grupo queria revender as armas que o coronel guardava em casa. A polícia descartou a possibilidade de o crime ter relação com a atuação de Malhães como torturador na ditadura

Comentários   
#3 O Malho 01-07-2014 20:47
Logo após o envolvimento de lula com o depoimento de malhães, rapidamente, muito rapidamente, se conclui por latrocínio
#2 Carlos de Carvalho 01-07-2014 19:58
A Polícia tem capacidade e tecnologia e o delegado soube resistir às pressões da OMISSÃO DA VERDADE e da Caravana da esquerda radical que em NOVA IGUAÇU estiveram para pressionar um SUPOSTO ATENTADO que tanto fizeram...
#1 Carlos de Carvalho 01-07-2014 17:13
... e a OMISSÃO DA VERDADE, junto com seus seguidores ideológicos, em caravana ao local, queria porque queria "fabricar" mais um ATENTADO do qual está ACOSTUMADA...
Adicionar comentário