Pela editoria do site
A caravana passa, sem trombetas, com muitos dos seus marcados pelo revanchismo. São eles homens que cumpriram com o dever de defender a Pátria, com sangue e sacrifício, das intentonas dos comunistas. Enfrentaram uma guerra fratricida, desencadeada pelos "heróis revolucionários" com a finalidade de implantar no  Brasil uma ditadura vermelha. Marcha silente, sob o açoite paradoxal de deturpadores de uma anistia que se pretendeu pacificadora, fraterna e irrestrita. Anistia que restou unilateral, proporcionando a muitos, apesar dos crimes cometidos durante a luta armada, continuarem ativos e atuantes em diversas áreas da administração governamental direta e indireta, além  da volúpia pelo dinheiro imoral que arrancam dos cofres públicos, a título de indenização.

Com o apoio de parte da mídia envenenada e inebriados pela gana por um julgamento político, os derrotados  desse período instigam à procura de platéia para o circo da revanche, do linchamento e de um julgamento político. O pano do palco, entretanto, encobre o rancor, a frustração pela batalha que perderam e a preparação para nova investida.

Tudo isso se encerra na convocação abaixo, veiculada pela Internet

"Audiencia com o torturador Alberto Ustra Por Forum permanente de ex-presos politicos de SP 25/04/2008 às 23:18.

Audiencia com o Alberto Ustra sobre a morte do jornalista Luiz Eduardo da Rocha Merlino durante a ditadura militar.

Solidarizando-se com os familiares do jornalista Luiz Eduardo da Rocha Merlino, assassinado sob a guarda do DOI-CODI-SP em 1971, e, particularmente, com Ângela Maria Mendes de Almeida, companheira de Merlino à época, o Fórum Permanente dos Ex-Presos e Perseguidos Políticos do Estado de SP convoca todos os autênticos democratas a comparecerem à audiência marcada para 13 de Maio de 2008, no Fórum João Mendes (Praça João Mendes, Estação Sé do Metrô), às 14:00 horas, por conta da ação impetrada contra Carlos Alberto Brilhante Ustra, comandante daquela unidade repressiva da ditadura militar, de 1970 a 1974.
É de grande importância o comparecimento massivo de pessoas, para que fique registrada a indignação da democracia brasileira ante a impunidade dos agentes repressivos da ditadura militar, muitos dos quais ainda continuam ativos e atuantes em diversas áreas da administração governamental direta e indireta.
Saudações Fraternas e Democráticas !
Fórum Permamente dos Ex-Presos e Perseguidos Políticos do Estado de SP".

Adicionar comentário