Dois coronéis que combateram a luta armada foram assassinados.
Não coleciono armas e não escondo documentos comprometedores

Por Carlos Alberto Brilhante Ustra – Cel Ref – Comandante do DOI/CODI/IIEx (SP) - no período de 29/09/1970 a 23/01/1974 

O primeiro foi o  coronel Júlio Miguel Molina Dias, que comandou o DOI/CODI/I Exército, RJ, em 1981, assassinado na noite de 1º de novembro de 2012, em Porto Alegre, quando chegava em sua residência, no bairro Chácara das Pedras. 
Segundo a polícia, o  Cel, durante um sequestro relâmpago, foi morto porque reagiu quando 4 policiais militares o renderam e dispararam 15 tiros em sua direção.
O  motivo do crime seria o roubo de uma coleção de armas  do coronel.

Segundo a mídia os assaltantes assassinos, tiveram oportunidade de sequestrá-lo antes de chegar em casa, pois o seguiram desde a residência de uma filha, mas preferiram atacá-lo na porta de sua casa, fugindo em seguida.
A  polícia gaúcha, investigando o crime, encontrou na casa de Molinas um documento do ano de 1971, da  Turma de Recebimento do DOI/CODI/I Ex, comprovando que Rubens Paiva deu entrada naquele DOI. O Cel assumiu o comando do DOI/CODI/IEx dez anos depois, em 1981.
Então, verifica-se que o Cel, como comandante, foi remexer nos arquivos do DOI e encontrou esse papel lá guardado por uma década. O caso Rubens Paiva não tem nada a ver com o seu comando, mesmo assim ele o achou interessante, e deve ter pensado que era um documento altamente comprometedor. O surrupiou e foi escondê-lo entre seus alfarrábios, em sua casa.
Trinta e três anos depois é assassinado, e a polícia encontra o tal documento que, estranhamente, não é juntado aos autos do inquérito, mas, entregue ao governador Tarso Genro que, com pompas e circunstâncias, o entrega no Palácio Piratini ao Dr Cláudio Fonteles, então membro da Comissão Nacional da Verdade.
Outros documentos comprometedores também teriam sido encontrados na cada de Molinas.
As últimas notícias foram que os sequestradores assassinos foram presos e julgados.
Depois, o silêncio total sobre a morte do Coronel Molinas. Notícias apenas sobre os documentos entregues à Comissão da Verdade. 

O segundo foi o coronel Paulo Malhães, morto no dia 17 de abril .
Inicialmente, a mesma motivação foi levantada: roubo de armas de um colecionador.
Logo a esquerda se alvoroçou e nos acusou de queima de arquivo.
Porém, com presteza, dispensando o auxílio da PF, a polícia desvendou o crime: o assalto foi coordenado, segundo o que lemos na mídia, pelo seu caseiro e mais dois irmãos deste. O objetivo era apenas o roubo.
Segundo o atestado de óbito, a morte ocorreu por edema pulmonar e infarto. Parece que o Cel  Malhães morreu devido ao estresse do assalto, pois era cardíaco.
Um mandado de busca e apreensão foi deferido dia 26/04/2014  pelo juiz federal Anderson Santos da Silva, e teve por finalidade apreender, além de documentos, outras provas que possam contribuir para a investigação de crimes cometidos durante a “ditadura militar” por agentes do estado. Foram apreendidos computadores e documentos.
Dezessete dias depois, o mesmo silêncio sobre a morte do Cel.
Como o caso Molinas, o que vai interessar é o que possa ser encontrado nos computadores roubados e nos encontrados depois, quando foram apreendidos
Crime de assalto, sem assassinato, creio eu, tem pena bem mais leve ! Pode até ter sido o caseiro, mas ...Mistério!... 

Tenho uma sugestão a fazer aos companheiros. Seria interessante que deixassem uma declaração com amigos  semelhante a que faço abaixo:

“Eu, Carlos Alberto Brilhante Ustra, deixo muito claro que não sou colecionador de armas e que não tenho, guardado em minha casa, qualquer documento comprometedor a respeito da luta armada no Brasil, bem como qualquer outro que possa interessar à Comissão Nacional da Verdade, ao Ministério Público Federal ou à esquerda revanchista que hoje domina o Brasil.
Caso venham procurá-los, e digam que os encontraram, podem ter certeza de que eles foram plantados para me incriminar.
Volto a afirmar: tudo o que eu sei está dito no meu livro “ A Verdade Sufocada – A história que a esquerda que o Brasil  conheça “- ,lançado em 2006 , atualmente na 9ª edição, com 609 páginas, e que pode ser adquirido em todo o Brasil, nos endereços especificados no site    www.averdadesufocada.com
Declaro, ainda, que sempre fui tratado com amizade, respeito, deferência e solidariedade, não  só pelos companheiros que combateram a  luta armada, bem como pelos demais companheiros das Forças Armadas.”  

Por que não deixar aqui, também, a nossa teoria de conspiração?  Conjecturas  por conjecturas, pode ser essa esquerda raivosa, revanchista, que pretende por qualquer pretexto incriminar os militares que tenha planejado e executado esses crimes!... Ou só eles podem fazer conjecturas?

PS: Esqueci de dizer, não tenho coleção de armas, mas tenho segurança permanente, para mim e minha família!

Para saber lmais Clique nos links abixo:
http://www.averdadesufocada.com/index.php/comisso-da-verdade-especial-107/8152-080213-a-morte-do-coronel-molinas-assassinato-ou-execuo

http://www.averdadesufocada.com/index.php/comisso-da-verdade-especial-107/8050-170113-caso-molinas-perguntas-que-continuam-sem-respostas

Comentários  
#6 felipe 06-05-2014 18:37
os comunistas mataram 101 milhões no mundo. pode ser. e os militares, quantos mataram? dá pra calcular? argumentozinho bosta, hein
#5 FB/DiretodaCaserna 05-05-2014 21:55
Não desistiram.

É de clareza solar o revanchismo.
Tais feitos fazem parte de uma engrenagem maldita que deveria ter sido eliminada há muitos anos. Na minha opinião, os comunistas tiveram muita sorte por eu não ter nascido a tempo. Pois se assim fosse, não sobraria nenhum para contar falácias.

Revanchismo é no nome do meu rifle.

Direto da Caserna.
#4 marcelo 05-05-2014 11:42
Então o Cláudio Fonteles estava no caso do Cel. Molinas? Essa eu não sabia, nem me surpreende...Eu acho que nenhum militar guarda, ou guardou, nenhum documento comprometedor sobre a luta armada. Em um caso específico, que tenho notícia, encontraram um documento comprometedor para o lado deles. Um documento de um desses PC's da vida, em que é afirmado que a "tortura", não era nada demais, pelo contrário, podia ser suportada perfeitamente. São uns palhaços, esses nossos comunistas.
#3 Paulo Ranzollin 05-05-2014 05:18
Caro Coronel Ustra, no alto de meus 60 anos, de muita experiência, com tudo nesta vida, permito-me dizer-lhe que já sei "das coisas". Por já saber muito, "das coisas" desta vida, lhe afirmo que a maioria destes marginais que lhe achincalham, como assim fizeram e ainda fazem com os Cels, Malhães e Molina, são todos pessoas frustradas, psicopatas, enrustidos (como é o caso daquele marginal do Tarso Genro), traidores, covardes, sem carácter, e o são, hoje, em quantidade assustadora. Portanto, tenho certeza, absoluta, de que nem os grandes sábios, poderiam explicar de onde surgiu, em nosso país, tantos marginais, ou psicopatas. Pelo que se vê, mais de 30% de nossa população, é constituída de doentes de alma, de carácter, ou de tendência para a esquerdopatia. No entanto, Cel Ustra, o Brasil tem, também, pessoas sãs, de bom senso, humanas, que vivem para suas famílias, que agem de modo honesto, e, estas, tenha certeza, estão do seu lado e lhe querem bem e, ao Senhor, são muito gratas. Paulo
#2 O Chato já comentou 04-05-2014 22:51
Brasil acima de tudo! Evidentemente que foram os comunistas que os assassinaram. Hoje é muito fácil oferecer objetos e armas como prêmio para se executar alguém. Ademais, em ambos os casos: a morte do coronel Molina e do Malhães, possuem dados e fatos comuns entre si. 1) colecionadores de armas,2) agentes de DOI/CODE,3)docu mentos entregues a pessoas erradas, 4)O E.B. possui interesse ou não? Em ambos os fatos as polícias Que agiram. Mesmo reformados - art 142 constituição federal os ampara com prerrogativas militares: inciso I § 3º. Assim, no caso do Cel Malhães, o caseiro estava dispensado do serviço.- partícipe do crime - Pergunta-se quem são os mandantes? Os comunistas mataram mais de 101 milhões no mundo inteiro - que diferença faz matarem mais alguns? O poder os enfeitiça. por que foi criada a comissão da verdade (inverdade)? Está claro: para realizar vinganças e poderão ocorrer outras.Fora todos !
#1 Prático 04-05-2014 22:11
Coronel,compart ilho sua teoria e recomendação a todos os militares.
Adicionar comentário