Heitor Freire articula mudanças nos currículos escolares para o novo governo
28 de janeiro de 2019 às 16:48
O deputado federal eleito Heitor Freire (PSL) se reuniu com o ministro da Educação, Ricardo Vélez, em Brasília, na última semana. Na pauta, foram discutidos assuntos como as mudanças curriculares para o Ensino Básico. Participaram do encontro os parlamentares Bia Kicis (PRP/DF), Dayane Pimentel (PSL/BA) e Felipe Barros (PSL/PR), bem como secretários e outras autoridades do Ministério da Educação.
“Eu tenho muitos planos para a educação brasileira. Quero recomendar alguns livros paradidáticos, como os do professor Olavo de Carvalho, assim como o livro do Coronel Brilhante Ulstra ‘Verdade Sufocada’ para o Ensino Médio”, planeja o deputado cearense.


O mais bárbaro crime petista que superou o Mensalão e o Petrolão
Jornal da Cidade - 28/11/2018
O maior crime do PT não foi o Mensalão nem o Petrolão, foi o derretimento dos cérebros de universitários ingênuos e inexperientes, que foram transformados em estudantes teleguiados a serviço de um plano de poder que eles nem mesmo são capazes de entender.

Por uma lei contra o abuso da liberdade de ensinar
O Programa Escola sem Partido é uma proposta de lei que torna obrigatória a afixação em todas as salas de aula do ensino fundamental e médio de um cartaz com o seguinte conteúdo:
Esses deveres já existem, pois decorrem da Constituição Federal e da Convenção Americana sobre Direitos Humanos. Isto significa que os professores já são obrigados a respeitá-los ‒ embora muitos não o façam, sob pena de ofender: