jornal da Cidade - 16/06/2019 
Quando valida e usa material obtido ilegalmente por hackers desconhecidos e divulgado num site comunista, anti americano e dirigido por 'jornalistas' duvidosos especializados em espionagem, a imprensalha mostra que participa ativamente de uma suja conspiração de porão:Um acordo entre bandidos.


URGENTE: Força Tarefa da Lava Jato reage frente ao ataque grave e criminoso que tenta parar a operação
Os procuradores da Lava Jato não vão se dobrar à invasão imoral e ilegal
Jornal da Cidade - 09/06/2019 
Procuradores mostram tranquilidade quanto à legitimidade da atuação, mas revelam preocupação com segurança pessoal e com falsificação e deturpação do significado de mensagens.
A força-tarefa da Lava Jato no Ministério Público Federal do Paraná (MPF/PR) vem a público informar que seus membros foram vítimas de ação criminosa de um hacker que praticou os mais graves ataques à atividade do Ministério Público, à vida privada e à segurança de seus integrantes.

Mourão não vê “nada de mais” em conversas entre Moro e procuradores
Agência Brasil ISTO É -  10/06/2019 
O vice-presidente Hamilton Mourão disse hoje (10) que não vê “nada de mais” nas conversas atribuídas ao ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, quando atuava como juiz federal, e a membros da força-tarefa da Operação Lava Jato, divulgadas neste domingo (9), pelo site de notícias The Intercept Brasil. Para o Mourão, os processos da Lava Jato não devem ser questionados, pois “todos eles passaram por primeira, segunda e outros já chegaram na terceira instância”, disse.

Os diálogos e mensagens reforçam a legalidade, moralidade e eficácia dos atos e atitudes dos agentes públicos da Lava Jato
Jornal da Cidade - 10/06/2019
O procurador regional Guilherme Schelb fez uma análise profundas nas mensagens que foram roubadas de Sergio Moro e Deltan Dallagnol.
Ele disse:O site The Intercept Brasil publicou há pouco três matérias com o conteúdo de chats privados de integrantes da força-tarefa da Lava Jato e diálogos do então juiz Sergio Moro com Deltan Dallagnol.
Não entrarei no mérito da questão criminal relativa à revelação de conversas entre servidores públicos.