Concentração no Monumento das Bandeiras, em São Paulo. "Desgoverno Mata", "Perda Total de vidas" e, na sequência, o "Fora Lula" ecoou pelas ruas de São Paulo.

Do Observatório de Inteligência
Por Hermes Arroyo D'Aguiar

Nem a garoa nem o vento cortante do frio de 7o C impediram o comparecimento de seis mil pessoas à manifestação de solidariedade aos amigos e parentes das vítimas dos acidentes da Gol e da TAM, no último dia 29 de julho. Pouco a pouco foram chegando, vestidas de preto, casacos de lã, bonés, cachecóis, guarda-chuvas em punho, prontas para a batalha: pedir respeito e justiça para o crime cometido pela Presidência da República Federativa do Brasil, na pessoa do Exmo. Sr. Luiz Inácio da Silva.
Vencemos a batalha, vamos vencer a guerra.

Texto completo  

Em nota divulgada pela organização do movimento, a ABRAPAVAA - Associação Brasileira de Parentes e Amigos de Vítimas de Acidentes Aéreos - alertou para a necessidade de se dar fim à passividade frente as tragédias de cada dia, não apenas os acidentes aéreos que fizeram mais de 350 vítimas, mas também à corrupção, à impunidade, à falta de saúde, educação, saneamento, habitação, enfim, condições mínimas para se ter um mínimo de qualidade de vida.

"E que não seja um BASTA, mas um VAMOS! Que não termine neste domingo, que hoje apenas comece!". É a promessa de uma sociedade que não tolera mais ser ludibriada e assistir calada o solapamento descarado do Brasil, a institucionalização da imoralidade e da criminalidade. É a indignação de uma sociedade que não aguenta mais assistir passivamente o aparelhamento vermelho.

E é esta mesma sociedade que vai ás ruas de São Paulo, no próximo sábado, 4 de agosto. É chegada a hora de mais uma batalha. Paulistas, a vez está com vocês! Juntos e unidos, na Av. Paulista esquina com Pamplona - Metrô Trianon/Masp - a ordem é vaiar e gritar Fora Lula! Estão previstas manifestações também em outras cidades. (OI/Brasil acima de tudo)
Luiz Inácio, quem acredita que te compre!  
 
 
 
30 de julho de 2007
Do Observatório de Inteligência


Era de se esperar que saísse quentinha do forno uma nova pesquisa de opinião para "mostrar" o quanto o senhor Luiz Inácio da Silva continua reinando em popularidade. Segundo o diretor do Instituto Vox Populi João Francisco Meira, "Os resultados não ameaçaram a popularidade do presidente na capital. Houve uma queda, mas não muito grande", referindo-se aos efeitos do caos aéreo sobre a imagem do Chefe da Nação.


Quem acredita em pesquisas?
Não parece ser esse o pensamento do público que esteve presente no encerramento dos Jogos Pan-Americanos, no último domingo. Nota no Estadão de hoje afirma que "Luiz Inácio Lula da Silva, mesmo não comparecendo à cerimônia recebeu muitas vaias cada vez que seu nome foi citado pelos organizadores. As autoridades evitaram ao máximo falar o nome do presidente e passaram a utilizar o termo "governo federal"."

Tampouco parece ser o pensamento em Cuiabá, que deve receber a visita de Luiz Inácio no próximo dia 31: já circulam adesivos pelas ruas da cidade, prometendo uma grande salva de vaias.


 Lula desconfiado com o movimento
Conforme comentário de um leitor sobre os resultados da pesquisa: "O instituto em questão não é fonte confiável, pois se trata de um órgão aparelhado pelo PT. Trabalhei na agência de publicidade Ampliarte/ Tecla Comunicação, em Marketing Político. A agência, dirigida pelo petista Adalberto Alves sempre recorria ao Vox Populi quando queria maquiar ou distorcer algum dado a fim de convencer um candidato de que ele estava crescendo nas pesquisas. Quer saber a verdade? Pergunte às pessoas nas ruas e entenda por que o Lula não vai mais a nenhuma inauguração ou comício."

Luiz Inácio, quem acredita que te compre! E, por favor, não faça liquidação relâmpago, nem promoções do tipo "Pague 2 Leve 3". Jogue limpo, ao menos uma vez! (OI/Brasil acima de tudo)
Brasil acima de tudo
Adicionar comentário